Projeto Patrocínio debatido na Câmara Municipal em Fórum Comunitário

Projeto Patrocínio debatido na Câmara Municipal em Fórum Comunitário

Na tarde de segunda-feira (27) na Câmara Municipal Araxá, Vereadores, representantes da Vale Fertilizantes, PMA, IPDSA, estudantes e professores de escolas técnicas, da unidade do Cefet em Araxá, profissionais e estudantes de Engenharia, da Associação de Engenheiros e Arquitetos de Araxá (Area) e Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de Minas Gerais (Crea-MG), se reuniram no Plenário Guilherme Gotelip Neto, para debater o Projeto Patrocínio da Vale Araxá.

O Fórum comunitário foi uma iniciativa do vice-presidente da Mesa Diretora, Vereador Fabiano Santos Cunha. Segundo ele, o investimento desperta o interesse da comunidade sobre as etapas, detalhes e projetos.  “Ficamos felizes com essa nova etapa que significará, sobretudo, a garantia e um aumento de empregos e geração de renda em nossa economia. É importante nesse momento cobramos a participação da empresa em questões pontuais. A construção de um trecho na confluência da Avenida Geraldo Porfírio Botelho com a Avenida Arafértil é fundamental, inclusive, para a garantia da segurança do próprio trabalhador da Vale. E a construção do acesso rodoviário, via BR-262, para atender o trânsito pesado, retirando-o do anel viário, é uma luta da sociedade local, que garantirá também  a conservação da via, que recentemente recebeu R$ 8 milhões de investimentos por parte do Governo do Estado”, ressaltou.

Presente na reunião, o Deputado Estadual Bosco ressaltou a importância do encontro com a direção da empresa para falar do projeto, que marca o renascimento da Vale na cidade. “O projeto está num estágio avançado e já com as metas delineadas e ajustadas. É extremamente importante esse debate, até mesmo para que os vereadores possam tomar conhecimento amplo”, disse.

O gerente executivo de desenvolvimento de projetos da Vale, Camilo Silva, apresentou o projeto aos vereadores e comunidade presente. Camilo explicou que o Projeto Patrocínio vai trazer o minério fosfatado, explorado na cidade vizinha, para ser beneficiado na unidade de Araxá, que estava quase fechando as portas, já que a exploração nas minas da cidade já não era mais viável, pois apresentava uma qualidade inferior.

“É um caso único no mundo, de um minério ser retirado numa cidade à 200 quilômetros de onde vai ser beneficiado. A Vale, com a implantação do Projeto Patrocínio, permanece com sua atividade em Araxá. Esse é o grande ganho para os araxaenses. Se isso não acontecesse, a exaustão da mina em Araxá levaria ao encerramento da atividades da Vale. Com o minério de Patrocínio, a empresa abre uma nova perspectiva de continuar em operação, mantendo-se como a maior empregadora da cidade, com seus cerca de quatro mil empregos diretos e indiretos”, afirmou Camilo.

O transporte será feito via linha férrea, que está sendo remodelada, principalmente no trecho entre Araxá e Ibiá, para receber os vagões que vão conduzir o material bruto da empresa. Serão três trens por dia de minério que virão para Araxá. Mais de mil empregos serão gerados na fase de implantação do Projeto, sendo que 300 em Araxá. Para a fase de operação, são aproximadamente 800 empregos em toda região, com cerca de 155 para Araxá.

“As etapas mais importantes de todo o processo eram obtenções das licenças ambientais. A maior parte foi obtida. Estamos nesse momento com as empresas que vão fazer as implantações com várias visitas aos locais. Nesse mês ainda, vamos ter o início das obras em Araxá e Patrocínio. Também estamos num estudo avançado para transportar a maior parte do nosso material de Araxá para Uberaba, também por linha férrea. A de Patrocínio para Araxá já será por linha férrea, mas queremos ampliar esse serviço. Estamos estendendo essas analises. Mas, o transporte rodoviário ainda continua sendo feito, de alguma quantidade do material produzido e alguns insumos”, pontuou o gerente de projetos.

Após explanar o projeto, Camilo ouviu os comentários dos vereadores e demais convidados, que foram respondidas e anotadas pelo gerente de projetos da empresa. Ao final, a avaliação foi altamente positiva, garantiu o autor do Fórum Comunitário, Vereador Fabiano Santos Cunha. “Foi um momento importante para toda a Câmara e os mais diversos segmentos que estiveram aqui representados nessa tarde”, finalizou.

 

Notícias relacionadas

Deixe um comentário: