Super banner
Super banner

Pronto Atendimento Municipal adota Protocolo de Manchester

Pronto Atendimento Municipal adota Protocolo de Manchester

O Pronto Atendimento Municipal (PAM) já funciona dentro de um novo conceito de operacionalização, o Protocolo de Manchester. A nova metodologia de trabalho realizada por meio de uma triagem objetiva identificar a queixa inicial dos pacientes e estabelecer a prioridade clínica de cada um, que varia de acordo com a gravidade.

O protocolo foi implantando pela Secretaria Municipal de Saúde, de acordo com a determinação da Secretaria de Estado de Saúde. Dentro das diretrizes do protocolo, após a triagem, os usuários recebem uma fita na cor correspondente ao seu quadro.

A cor vermelha indica caso de emergência e o atendimento é imediato; a cor laranja é usada em caso muito urgente; o amarelo indica urgência; o verde é para situações de pouca urgência; já o azul é para casos sem urgência e o paciente é encaminhado para o ambulatório.

Para a secretária municipal de Saúde, Patrícia Auxiliadora da Silva, o protocolo vai mudar a realidade do PAM.

“É uma inovação na área de saúde. É uma ferramenta principal na operacionalização que nos permite fazer a classificação de risco do paciente quando ele chegar. Assim, vai ser identificado rapidamente quem está em risco de morte e estabelecida a prioridade clínica de forma objetiva e sistematizada”, afirma Patrícia.

Ainda de acordo com a secretária, o protocolo será implantado posteriormente nas Unidades de Saúde e PSFs.

Notícias relacionadas