Quatro suspeitos são presos por tráfico de drogas e assalto a mão armada

Quatro suspeitos são presos por tráfico de drogas e assalto a mão armada
Foto: Polícia Civil

A Polícia Civil realizou na manhã de ontem, dia 30, uma operação de cumprimentos de mandados de prisões e de buscas e apreensões em Araxá, que foram expedidos pelo juiz da Vara Criminal de Araxá, Dr. Renato Zupo. A operação foi realizada pela equipe comandada pelo delegado regional Dr. Cezar Felipe Colombari da Silva nos bairros Leblon e Bom Jesus. Quatro jovens foram presos.

Os jovens presos, três homens e uma mulher, são investigados por tráfico de drogas e assaltos a mão armada ocorridos Araxá. Os homens foram identificadas como B.M.V.C. de 22 anos, M.F.P. de 19 anos, M.A.M., de 20 anos, e a mulher como F.R.S., de 19 anos.

Foto: Ascom 2ªDRPC.Na residência de M.A.M., suspeito de envolvimento com o tráfico de drogas, foram encontradas duas crianças 1 e 2 anos de idade, que estavam submetidas a uma situação degradante e em condições desumanas. Em vários pontos da residência foram localizadas fezes de seres humanos, de animais, lixo e entulho. O Conselho Tutelar foi acionado e as crianças entregues para uma avó.

Foto: Ascom 2ªDRPC.Nessa residência foram localizados aparelhos celulares, um notebook, um dichavador e a quantia de R$ 556,00 em notas de diversos valores, onde a princípio se caracterizaria o comércio de drogas, diante da forte suspeita do local ser caracterizado como “boca” de fumo. O casal M.A.M. e F.R.S foi preso por abandono de incapaz e suspeita de tráficos de drogas.

Foto: Ascom 2ªDRPC.Os jovens B.M.V.C e M.F.P são investigados como autores de alguns crimes de assalto a mão armados na cidade. Eles têm como principal modo de operar o assalto a transeuntes, onde na maioria das vezes são levados aparelhos celulares e dinheiro das vítimas. Foi apreendida uma motocicleta Honda CG, cor preta, veículo este que estava sendo usado em alguns assaltos, onde os indivíduos para despistar a polícia, adulterava a numeração da placa com fitas isolantes.

A operação contou com a presença de quatro delegados, um inspetor e 14 policiais civis.

Fonte: Com Blog do Germano Afonso

Notícias relacionadas

Deixe um comentário: