Recém-nascida é transferida, mas morre em Uberaba

Recém-nascida é transferida, mas morre em Uberaba

Da Redação/Raphael Rios – Morreu na madrugada de hoje (3), em Uberaba, a recém-nascida dada como morta pela equipe médica da Santa Casa de Misericórdia e que chorou na funerária. Quando a criança retornou para o hospital, os profissionais da secretaria de Saúde conseguiram vaga na UTI neonatal, em Uberaba no Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro, mas ela não resistiu.

A criança era filha de uma adolescente de 14 anos que passou mal e estava no sexto mês e meio de gestação. Após ser realizado a parto, os médicos deram o atestado de óbito, mas a recém-nascida estava viva.

De acordo com a secretária de Saúde, Patrícia Auxiliadora da Silva, todos os cuidados foram tomados até que a criança fosse encaminhada para Uberaba no início da noite, mas ela não resistiu e morreu na manhã de hoje. Segundo o hospital, ela teve falência múltipla dos órgãos causada por falta de oxigenação e o bebê sofreu uma hipoximenia grave

Patrícia confirma a necessidade urgente de Araxá ter uma UTI neonatal. Ela destaca que o processo para implantação está em andamento, e não se pode deixar que casos como estes aconteçam, para que sejam tomadas as providências.

A secretária estará reunida com a direção do hospital para acelerar os trabalhos para que Araxá ganhe a UTI neonatal, mas segundo ela, ainda não há uma previsão.  

Laudo

De acordo com o agente funerário João Carlos Pereira e familiares da gestante, o atestado de óbito foi assinado pela pediatra Elba Barbosa Moreira, fato confirmado pela direção da Santa Casa.

Notícias relacionadas