Reitor do Uniaraxá destaca novas tecnologias e qualidade de ensino

Reitor do Uniaraxá destaca novas tecnologias e qualidade de ensino

A tradicional reunião de boas-vindas no início de semestre letivo para os professores do Uniaraxá foi realizada mais uma vez e com a presença da grande maioria do corpo discente da instituição, na sexta-feira passada (1º). Muitos assuntos foram abordados, sempre com o foco no aluno e na qualidade do ensino para garantir que bons profissionais possam atuar no mercado de trabalho cada vez mais competitivo e atualizado.

O reitor do Uniaraxá, professor Válter Gomes, recebeu os professores com muitas novidades. Ele participou de diversos eventos e congressos no primeiro semestre de 2014, dentre eles, o 3º Encontro Internacional de Reitores Universia, realizado no fim de julho, no Rio de Janeiro. Neste encontro internacional, o reitor pôde conhecer as novas tendências mundiais para o Ensino Superior. A reunião com os professores foi uma excelente oportunidade para compartilhar todo o conhecimento adquirido, para que as novidades possam chegar até as salas de aula.

Válter destaca que os recursos tecnológicos estão sendo cada dia mais utilizados para o aprendizado dos alunos, principalmente nos países da Europa. A tendência mundial é utilizar a tecnologia a favor do aluno, contribuindo assim com o seu aprendizado. O reitor reforça ainda que a intenção não é tornar as universidades digitais, mas adaptá-las à nova realidade e utilizar os benefícios das novas tecnologias, para agregar valor ao ensino do aluno e permitir um conhecimento sem fronteiras.

Vários assuntos foram abordados durante o encontro, sempre com foco no aluno, Válter reforça a importância do ensino estar centrado no estudante que está se preparando para concursos, exames e, claro, para exercer a profissão que ele escolheu.

Segundo o reitor, cada um escolhe aquele curso com o qual se identifica e, para atender as expectativas desse futuro profissional, o professor precisa ser a referência e o principal orientador no processo de aprendizagem. Válter afirma ainda que o aluno não pode enxergar o professor como quem avalia e passa ou reprova, mas como quem está ali para ajudá-lo.

“Os alunos precisam desenvolver habilidades de autoaprendizagem. Assim, desde que, seguindo os princípios do Uniaraxá não importam os meios, o que importa é que o aluno aprenda. Devemos priorizar a ‘bimodalidade’, que é o uso de tecnologias da educação à distância para complementar o ensino presencial”, completa.

Notícias relacionadas