Sanitaristas Mirins e Juvenis de Araxá se destacam no Estado

Sanitaristas Mirins e Juvenis de Araxá se destacam no Estado

Sanitaristas mirins de Araxá e parceiros - Foto: Divulgação/IMA

Da Redação – Com previsão de envolver 1,2 mil professores e 17,5 mil alunos de escolas estaduais e municipais de todas as regiões do Estado em 2011, o Programa Educação Sanitária passa a ser disciplina regular no currículo de todos os estabelecimentos de ensino localizados em comunidades rurais do município de Almenara, na região do Vale do Jequitinhonha. Neste ano, 38 escolas já aderiram ao programa, contemplando 995 alunos do 1º ao 9º ano escolar.

Realizado pelo governo de Minas, através da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) e do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), o trabalho tem sido viabilizado por meio de parcerias estabelecidas com prefeituras e secretarias municipais de educação. A adesão da Prefeitura de Almenara ao programa aconteceu a partir de ações do Projeto Sanitaristas Mirins, executado pelo IMA, desde 2010, no Norte de Minas e no Vale do Jequitinhonha.

O trabalho está sendo difundido em todo o Estado há nove anos, beneficiando mais de 57 mil alunos e professores do ensino fundamental das redes estadual e municipal de ensino. Para este ano, a meta do projeto é expandir as atividades para mais 400 escolas em todo o Estado, envolvendo estudantes do ensino fundamental I e II, de 120 municípios, dentre eles, Araxá.

O diretor-geral do instituto, Altino Rodrigues Neto, comemora o sucesso do projeto. “A abertura da grade curricular está permitindo a inserção de temas de interesse do cotidiano e da realidade dos jovens, o que poderá ajudar a manter a comunidade motivada, sobretudo as pessoas que pretendem continuar ligadas às suas origens e atuar na atividade rural.”

Sanitaristas Mirins

A coordenadora do Projeto Sanitaristas Mirins, Maria Elisabeth Rios de Resende, destaca que a iniciativa visa fornecer a alunos e professores, principalmente do meio rural, informações referentes à defesa sanitária agropecuária e proporcionar novos conhecimentos sobre a realidade do campo.

Elisabeth Rios ressalta que o Projeto Sanitaristas Mirins está evoluindo com destaque na região de Araxá, onde a Secretaria Municipal de Educação, Emater-MG, IMA e outros órgãos uniram esforços para dar continuidade às ações. Na região, o projeto recebeu a denominação de Sanitarista Agropecuário Juvenil, uma vez que os estudantes, além de aprofundarem nos conteúdos tratados no livro editado pelo IMA, estão aprendendo a formar hortas caseiras, jardins e estão  desenvolvendo a oralidade, pois passam a ministrar aulas para os colegas de outras séries. “É muito gratificante acompanhar o interesse dos professores e a aprendizagem dos alunos envolvidos e motivados”, assinala Elizabeth Rios.

Com Agência Minas

Notícias relacionadas