Saúde alerta para prevenção de doenças respiratórias durante o outono

Saúde alerta para prevenção de doenças respiratórias durante o outono

O outono acabou de chegar e muita gente já começa a sentir os sintomas de um problema típico desta época do ano – as doenças respiratórias. Isso ocorre porque o ar seco predispõe à irritação de vias aéreas superiores e, com isso, as pessoas têm mais facilidade para sentir irritação no nariz e garganta. Asma, rinite e bronquite estão entre as enfermidades mais comuns neste período. Gripe e alergias, ou seja, doenças transmitidas por vírus, também costumam acontecer com maior freqüência.
 
De acordo com o coordenador de Pneumologia Sanitária da Secretaria de Estado de Saúde (SES), Edílson Correa de Moura, a queda da temperatura propicia condições favoráveis para que vírus e bactérias possam se reproduzir e proliferar, infectando, assim, um número maior de pessoas.

“A população tende a ficar mais tempo em lugares fechados, com pouca circulação de ar, facilitando com isso a transmissão de doenças. Os ambientes mal arejados aumentam a sobrevida de microorganismos, favorecendo o aparecimento das infecções por vias aéreas superiores, como nariz, boca e laringe”, explica.
 
Cuidados
 
Pessoas com simples irritações das vias aéreas (nariz e boca secos, sensação de irritação na garganta) devem manter o organismo hidratado, ingerindo bastante líquidos, além de utilizar soro fisiológico nasal com freqüência e manter uma vasilha com água no quarto, caso o tempo esteja muito seco.
 
Para as pessoas com alergia, recomendam-se os mesmos cuidados e ainda o afastamento dos agentes que provocam a alergia como a poeira, pêlos de animais, cheiros irritantes e bolor.

Vale lembrar, ainda, que, as roupas que ficaram guardadas durante todo o verão podem conter bolores, fungos, entre outros aeroalérgicos que ficam em suspensão no ar por muito tempo. Por isso, é necessário que tais peças sejam lavadas antes de serem utilizadas.
 
Todas essas ações devem ser acompanhadas de tratamento médico. A auto-medicação está contra-indicada, pois muitos antialérgicos contêm cortisonas, que são medicamentos com vários efeitos colaterais, que devem ser usados apenas com indicação de um profissional.
 
Para as doenças infecciosas, uma boa alimentação já é um bom começo para ter uma boa resistência às doenças respiratórias. Além disso, evitar exposição excessiva ao frio ou à fumaça (especialmente de cigarro), praticar atividades físicas e ingerir bastante liquido também ajudam a prevenir esses males.

Existem, ainda, vacinas para gripe e algumas infecções respiratórias bacterianas (pneumocócica e outras), que estão indicadas em alguns grupos, conforme a faixa etária.

Notícias relacionadas