Secretaria de Saúde realiza ações de conscientização e combate ao fumo

Secretaria de Saúde realiza ações de conscientização e combate ao fumo

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio do Setor de Promoção em Saúde, mobilizou a população com atividades referentes ao Dia Nacional de Combate ao Fumo, comemorado no dia 29 de agosto.

Na sexta-feira (28), a equipe promoveu uma blitz educativa com a distribuição de panfletos do Programa Nacional de Controle ao Tabagismo, com apoio da Secretaria Municipal de Segurança Urbana, por meio da Assessoria de Trânsito e Transportes (Asttran).

No domingo (30), a Promoção em Saúde organizou uma caminhada e outras atividades físicas na Estância Hidromineral do Barreiro.

O objetivo é reduzir a prevalência de fumantes e a consequente morbimortalidade relacionada ao consumo de derivados do tabaco, seguindo um modelo no qual ações educativas, de comunicação, de atenção à saúde, associadas às medidas legislativas e econômicas, se potencializam para prevenir a iniciação do tabagismo, promover a cessação de fumar e proteger a população da exposição à fumaça ambiental do tabaco.

Tipos de dependência do cigarro

Comportamental ou de hábito – o fumante cria rotinas para fumar, faz associações com determinadas atividades e hábitos, tais como:

– Dirigir e fumar;

– Falar ao telefone e fumar;

– Ir ao banheiro e fumar;

– Tomar cafezinho, fazer refeições e fumar;

– Fumar antes de dormir.

Em quase todas essas situações, o fumante acende o cigarro automaticamente, sem perceber, sendo comum acender um cigarro e não se dar conta de que já tinha outro aceso.

Psicológica ou emocional – o fumante faz do cigarro seu “amigão”. Usa o cigarro para alívio das tensões, para segurar determinadas emoções, como muleta, bengala. Enfim, usa o cigarro para todas as situações de prazer e desprazer que possa sentir.

Física – O organismo da pessoa que fuma fica acostumado a receber diariamente uma quantidade de nicotina. Quando ela deixa de fumar, o organismo sente a ausência dessa substância. A essa fase dá-se o nome de síndrome de abstinência. É com que o fumante sinta irritabilidade, tristeza, dor de cabeça, ansiedade, tonteira, alteração no sono, alteração no funcionamento intestinal e inquietação.

Dicas importantes para resistir ao desejo de fumar

Ansiedade – Respire profundamente; evite tomar café e bebida alcoólica; mude o que estiver fazendo; pense em situações prazerosas.

Irritação – Ande; respire fundo; faça alguma coisa diferente do que está fazendo naquele momento.

Insônia – Tome um copo de leite quente; leia um pouco; pense em coisas relaxantes.

Perda de concentração e cansaço – Caminhe um pouco; faça alguma coisa diferente; procure descansar.

Dor de cabeça – Relaxe; procure entender que isto faz parte da síndrome de abstinência e que passará logo; ser for necessário, tome remédio para dor de cabeça conforme orientação do seu médico.

Tosse – Tome água ou suco natural.

Fome – Coma alimentos de baixas calorias, inclusive frutas; beba água gelada; faça refeições balanceadas.

Outras dicas

– Se não conseguir evitar o cafezinho, mude os locais aos quais está acostumado a tomar café.

– Escove os dentes imediatamente após as refeições.

– Veja TV em cadeira diferente da qual está acostumado.

– Respire profundamente pelo menos 10 vezes, quando em situações de estresse.

– Beba água aos goles, pequenas quantidades, de preferência em uma garrafinha.

Fonte: Programa Nacional de Combate ao Tabagismo

Notícias relacionadas