Sete atletas representam Araxá no Troféu São Paulo Adventure Race

Sete atletas representam Araxá no Troféu São Paulo Adventure Race

 

Atletas de Araxá

Com estreia em 2010, o Troféu São Paulo Adventure Race é um evento que reúne competições de diversas modalidades, sendo um dos maiores eventos de esportes de aventuras do Estado. Composto por quatro etapas, a abertura foi promovida em Ilha Bela entre no fim de semana passado, com três modalidades – Adventure /  Corrida de Aventura (canoagem, trekking, mountain bike, técnicas verticais e orientação) com duas categorias (Pro 50 km e Sports 30 km, Moutain Bike com percurso de 30 km e Aqua (natação de 1,5 mil metros em mar aberto.

A delegação de Araxá foi composta por sete atletas e seis apoiadores para as complicadas logísticas de transição durante a prova. Todos competiram na categoria Pro (Profissional) – André Adonis e o novato Argus Pena, da equipe Tendência Outdoor ficaram em 6° lugar na dupla masculina; Lucas Siqueira ficou entre os 15 melhores atletas da categoria solo (o resultado ainda será divulgado); na categoria Quarteto Misto Pro, estreia da nova equipe Tendência Outdoor – Fredy Guerra, a paulista Elaine Pichiliani e os novatos Tiago Moscardini e Vitor Rage.

Sintetizando alguns dos esportes de aventura em uma única competição, surge nos anos 80, na Nova Zelândia, a corrida de aventura, modalidade relativamente nova no Brasil que tem alcançado um numero cada vez maior de adeptos.

 As corridas de aventura podem durar de seis horas até vários dias ininterruptos, nos quais as equipes mistas de até quatro atletas competem utilizando habilidades específicas para cumprir etapas de trekking, mountain bike, técnicas verticais, cavalgada, alpinismo, natação, canoagem, rafting e navegação.

Cada equipe administra os horários de parada para descanso, sono e alimentação. O esporte exige grande conhecimento técnico, estratégia, controle emocional, espírito de equipe, além de muito condicionamento físico.

“Por tratar-se de esporte de risco e de contato direto com a natureza, é necessário organização para sua prática e grande conscientização de seus praticantes, diminuindo os possíveis perigos em sua prática e minimizando os impactos ambientais. Nesse ponto destacamos o trabalho desenvolvido pela Associação de Montanhismo de Araxá e Região (Amar), entidade fundada em 2005 para o auxílio na prática dos esportes de aventura com a finalidade de desenvolver o ecoturismo e turismo de aventura na cidade de Araxá e região”, destaca Fredy Guerra.

Notícias relacionadas