Shopping e comércio fechados no feriado de São Domingos

Shopping e comércio fechados no feriado de São Domingos

O Sindicato do Comércio Varejista e Atacadista de Bens e Serviços de Araxá (Sindicomércio) e o Sindicato dos Empregados no Comércio de Araxá e Tapira (Sindecat) não chegaram a um acordo para o funcionamento do comércio lojista e do Shopping Boulevard Garden Araxá no feriado do próximo sábado (8), véspera do Dia dos Pais. O sindicato dos empregados exige que os empresários cumpram algumas reivindicações da categoria, como por exemplo, vale alimentação, pagamento de comissões na carteira de trabalho e dois dias de salário pagos por feriado trabalhado. A Associação Comercial, Industrial, de Turismo, Serviços e Agronegócios de Araxá (Acia), a Câmara de Dirigentes Lojistas de Araxa (CDL) e o sindicato patronal alegam que as exigências feitas pela categoria são economicamente inviáveis.

O presidente do Sindicomércio, Emílio Ludovico Neumann, explica que a abertura do comércio nos feriados é a principal reivindicação do empresariado. “Entendemos que dos doze feriados de 2015, em oito o comércio lojistas poderia ter a liberdade de abrir, assim como acontece nos supermercados da cidade. Iniciamos há alguns meses, a tentativa de abrir o comércio como um todo nos feriados, principalmente, no novo shopping da cidade. Porém, não chegamos a um acordo com o Sindicato dos Empregados no Comércio. As exigências que o sindicato dos comerciários propõe é inviável economicamente. Infelizmente, o Sindecat quer que Araxá pare nos feriados.”

Emílio explica que foi proposto uma experiência para o feriado deste sábado, Dia do Padroeiro de Araxá, São Domingos Gusmão. “Com a falta de um acordo, fizemos a proposta de abrir o comércio neste feriado e realizar uma pesquisa com os consumidores, empresários e empregados para analisar o impacto econômico, as vantagens e desvantagens, que abertura do comércio no feriado poderia gerar. Seria uma profissionalização do assunto, sem achismo. Mas, o Sindicato dos Comerciários não aceitou a proposta e parece que não está entendendo a situação econômica que vivemos no país. Se o comércio não abrir nos feriados, poderemos ter demissões no futuro”, destaca.

O presidente da Associação Comercial, Industrial, de Turismo, Serviços e Agronegócios de Araxá (Acia), Márcio Farid, diz que uma cidade turística não pode ter o comércio fechado em feriados. “Araxá recebe muitas pessoas de outras cidades em feriados, principalmente, no Dia dos Pais. Se não existir uma compreensão do sindicato dos comerciários, podemos estudar meios jurídicos para que o comércio possa funcionar normalmente. Em outras cidades turísticas, esse  assunto nem é discutido mais. Acredito na sensibilidade da presidente do  sindicato dos trabalhadores para que ela entenda esse momento. Não adianta as lojas ficarem fechadas e depois ocorrer demissões de pessoas. Quem não vende e não fatura, vai pagar as despesas como?”, ressalta.

O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Araxa (CDL), Itamar Machado, esclarece que o Dia dos Pais é uma das datas de maior venda do ano. “O comércio lojista vive dos maiores momentos de consumo. Se o comércio ficar fechado em datas onde temos maior possibilidade de aumentar as vendas, onde os clientes têm mais tempo para realizarem suas compras, vamos perder muito. As reivindicações do sindicato dos comerciários para abertura do comércio em feriados são inviáveis. Acreditamos que se o Sindecat agir pelo bom senso ainda podemos chegar a um acordo.”

“O papel do sindicato é defender a categoria comerciária e não o empresariado”

A negociação do aditivo especifico para que os lojistas do Shopping Boulevard Garden Araxá possam abrir os empreendimentos nos feriados de 2015 parece estar longe de um acordo. A presidente do Sindicato dos Empregados no Comércio de Araxá e Tapira (Sindecat), Dayse Lúcia Alves,  diz que o sindicato não negociará direitos dos trabalhadores. “O papel do sindicato é defender a categoria comerciária e não pensar somente no interesse do empresariado. Se Sindicato do Comércio Varejista e Atacadista de Bens e Serviços de Araxá (Sindicomércio) não negociar as reivindicações dos empregados do comércio, não teremos acordo”, afirma.

“Em março passado, fomos procurados pelo presidente do Sindicomércio para que nós encaminhássemos  uma proposta para abertura especifica das lojas do shopping de Araxá durante os feriados, já que para o comércio em geral  existe um acordo coletivo assinado em janeiro onde nem discutimos esse assunto. O Sindicomércio não concordou com as cláusulas que colocamos na negociação e não houve nem mesmo uma contraproposta. A nossa proposta é nos mesmos moldes de outros sindicatos de Minas Gerais e do Brasil. Tivemos o cuidado de colocar itens dentro da nossa realidade e não existe nenhuma proposta inviável, explica a presidente.

Segundo Dayse, a categoria não negociará somente para feriados e quer um acordo específico para os empregados das lojas do shopping. “Negociar somente para feriado é interesse dos empresários. Nós queremos uma negociação que beneficia os trabalhadores durante o ano inteiro. Estamos no nosso direito e vamos lutar pelos interesses dos trabalhadores. Não existe nenhuma reivindicação inviável. Uma das cláusulas que colocamos na proposta é o vale alimentação para empregados que cumprem oito horas de trabalho diariamente. Caso não seja viável, o shopping deve disponibilizar um local adequado para realizar os empregados realizarem sua alimentação”, destaca.

De acordo com a presidente, os empresários não pagam a comissão de venda na Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS). “Eles pagam as comissões irregularmente. Não vamos aceitar isso. Uma das nossas reivindicações é que os empresários paguem  a comissão de vendas e os feriados trabalhados na carteira de trabalho. O que tem de inviável nessa proposta? Esse é um direito do trabalhador e lutamos por ele.  Outra cláusula que propomos é valor pago no feriado. De acordo com a lei, quando um empregado trabalha no feriado, ele tem direito de receber o dobro do dia trabalhado. Por isso, uma das nossas propostas é que o empregado receba 2/30 do salário por feriado trabalhado. Não estamos exigindo nada. Queremos negociar, mas o Sindicomércio não quer entender os direitos dos empregados do comércio”, ressalta Dayse.

Shopping

Segundo o Shopping Boulevard Garden Araxá, o espaço disponibiliza um local para que os funcionários das lojas instaladas no empreendimento possam realizar suas refeições. O local ainda não está totalmente concluído, mas atende perfeitamente as necessidades dos empregados. O espaço possui armário para guarda de pertences, geladeira, mesa para realizar as refeições e microondas.

Saulo Aguiar/Araxá Na Moral

Notícias relacionadas