Sinplalto nomeia servidora da educação como Delegada Sindical

Sinplalto nomeia servidora da educação como Delegada Sindical

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Araxá e Região (Sinplalto) deu início ao processo expansão e diversificação da representatividade do quadro geral do funcionalismo público municipal para atuar junto a diretoria do sindicato. O presidente Hely Aires assinou a portaria sindical 001/2014 que nomeia a servidora da Secretaria Municipal de Educação, Janaina Pereira, como Delegada Sindical. Ela atuará junto à diretoria nas negociações e assuntos relacionados aos servidores da sua categoria. O objetivo do Sinplalto é contar com delegados sindicais em todos os setores da Prefeitura de Araxá, Câmara Municipal e Autarquias para facilitar as negociações em prol da classe e tornar mais efetiva as ações desenvolvidas pelo sindicato ao longo do ano.

Além de contribuir diariamente para as suas categorias, os dirigentes sindicais exercem um papel fundamental na movimentação popular. Promover a participação, organizar, mobilizar e educar sua categoria podem ser considerados seus papéis mais importantes. As organizações populares das categorias trabalhistas são triviais para enfrentar os múltiplos problemas dos trabalhadores. O dirigente deve facilitar a democracia e a participação da categoria junto ao sindicato. Os dirigentes contribuem também na mobilização, ajudando a buscar caminhos para solucionar problemas diversos, tais como, saúde, alimentação, trabalho, justiça, que afetam os setores populares. É impossível pensar que esses problemas sejam resolvidos sem mobilização, ou seja, sem que as organizações e o povo lutem e reclamem por seus direitos.

De acordo com o presidente do Sinplalto, Hely Aires, a intenção é ter um delegado sindical de cada setor ou categoria do funcionalismo público municipal. “Estamos preparando neste início de 2014 as ações que realizaremos nos municípios que compõe a base do Sinplalto dentro de um planejamento sindical organizado pela nova Central Sindical dos Trabalhadores (NCST), Fesempre e Confederação dos Servidores públicos do Brasil (CSPB). Também vamos dar início a formatação da pauta de reivindicação da categoria para as negociações da Data-Base de 2014, que é negociada em maio próximo. Para que possamos elaborar uma pauta que atenda  grande parte das demandas da categoria, precisamos de pelo menos um representante de cada setor para colaborar com o sindicato nessa ação. A Educação é uma categoria que está um pouco mais organizada e já fizemos a nomeação da professora  Janaina Pereira como dirigente sindical. Ela já teve uma atuação muito importante na Data-Base do ano passado, nas mobilizações,  paralisações e na greve que realizamos e colaborará ainda mais como delegada sindical.”

Segundo Hely, diversificar a representatividade dos setores ou categorias dentro do sindicato é fundamental para o sucesso do movimento sindical. “Não tem forma milagrosa no movimento sindical. O sindicato é uma organização de pessoas e precisamos ter cada vez mais servidores envolvidos diretamente nas ações e bandeiras que lutamos. Há alguns anos, o Sinplalto não tinha estrutura para trabalhar, para realizar ações junto aos servidores. A nossa situação era complicada e tinhas diversas dificuldades. Hoje, a situação é diferente. Estamos mais preparamos, temos um apoio fundamental da CSPB, NCST e Fesempre, temos um quadro de filiados mais ativos, uma estrutura de comunicação e jurídica muito competente e preparada para atuar frente ao movimento sindical. Agora, temos que aumentar e diversificar a representatividade dos servidores na nossa diretoria. O Sinplalto é do servidor público e precisamos de todos os setores para que nossas ações sejam eficientes”, ressalta Hely.

O presidente explica que o sindicato estuda os meios jurídicos para a nova delegada sindical possa ocupar um cargo na diretoria. “Nós temos alguns impedimentos legais para efetivar imediatamente a companheira Janaina como diretora do sindicato. Mais ela atuará no seu setor de serviço, afinada com as demandas da classe dos servidores da Educação. Além disso, a Janaina mantém um canal aberto com a diretora educacional da Fesempre, Marlene Gonçalves, que tem atendidos as nossas demandas e esclarecidos diversos assuntos relacionados à categoria. O presidente da Fesempre, Aldo Liberado, também já manifestou o interesse de contar com o trabalho da companheira Janaina e fortalecer ainda mais o setor da educação na federação.”

Hely conta que está agendando uma reunião com o Secretário de Planejamento e Gestão, Alex Ribeiro, para que o calendário de negociações da Data-Base seja cumprido naturalmente. “Queremos evitar desgaste para a classe e também para a administração municipal. O Sinplalto está concluindo o planejamento estratégico para 2014. Este ano será difícil em razão dos acontecimentos previsto, como Copa do Mundo e Eleições. Em virtude desses acontecimentos, estamos iniciando mais cedo as conversas em torno da Data-Base e estamos confiante em um acordo com a administração municipal. Vamos realizar algumas reuniões setoriais com os servidores para debater a pauta de reivindicações e trabalhar muito para chegar ao maior objetivo dos servidores municipais: Um plano de cargo e  salário decente e uma valorização digna do servidor”, destaca o presidente do Sinplalto.

Notícias relacionadas