Super banner
Super banner

Suspeito de homicídio foi em casa tomar banho para sair de novo, diz delegado

Suspeito de homicídio foi em casa tomar banho para sair de novo, diz delegado

O acusado do homicídio ocorrido ontem (17) e preso pela Polícia Militar (PM), ainda pela madrugada, agiu com muita frieza, segundo o delegado José Maria Gonçalves, que estava de plantão e cuidou do caso.

De acordo com José Maria, Rogério Ribeiro Rosa, de 18 anos, foi em casa tomar banho e trocar de roupa devido às marcas de sangue para sair de novo, quando foi pego pela PM. “Esse é um caso de homicídio qualificado por motivos fúteis. O autor acertou uma das facadas no coração da vítima.”

Julio César de Jesus Júnior recebeu as facadas pelas costas e morreu na Travessa Inácio Paes Leme, próximo ao Fausto Alvim.

Segundo consta no boletim de ocorrência da PM, o autor relatou aos militares que a intenção era matar outra pessoa, pai da filha de sua atual namorada e que era amigo de Júlio César. A vítima morreu por defender o amigo, se desentender com Rogério e ser esfaqueada. Júlio morava na rua Celidonio de Afonseca e Silva, no bairro João Ribeiro.

Notícias relacionadas