Super banner
Super banner

Trabalhador de 60 anos cai em obra de uma altura de cinco metros

Trabalhador de 60 anos cai em obra de uma altura de cinco metros

Está internado na Casa do Caminho o senhor de 60 anos que caiu de uma altura de aproximadamente cinco metros de uma construção, na tarde de ontem (18), e socorrido pelo Corpo de Bombeiros de Araxá. O fato ocorreu na av. Aracely de Paula, no bairro Sagrada Família. Segundo testemunhas, ele trabalhava em uma construção, passou mal e caiu, de cabeça, de uma altura aproximada de cinco metros

Segundo os bombeiros, o trabalhador apresentava uma contusão e um corte na cabeça, além de escoriações nos membros superiores. Ele estava semi-consciente, com dificuldade de verbalização e não apresentava nenhuma resposta de movimentos.

A guarnição de resgate rapidamente realizou a imobilização total do paciente em prancha rígida, transportando-o imediatamente ao Pronto Socorro da Santa Casa. Segundo relatos de testemunhas, a vítima não utilizava nenhum equipamento de segurança no momento do acidente. Da Santa Casa, o paciente foi transferido para a Casa do Caminho com trauma na medula.      

Recomendações e dicas de segurança para trabalho em altura

A segurança e a saúde no trabalho são temas essenciais e direitos indispensáveis a todos os trabalhadores. A implementação, a melhoria e a manutenção de um programa efetivo de segurança demonstram a qualidade e a responsabilidade da empresa na importância concedida à sua equipe de trabalho.

Para quem exerce algum tipo de trabalho em altura é fundamental conhecer quais são os critérios e procedimentos necessários para a realização dessa atividade. Em primeiro lugar, todo trabalho executado sobre área produtiva necessita de autorização prévia e o local deve ser sinalizado e isolado para prevenir possíveis acidentes.

Uma regra fundamental para quem trabalha em altura superior a dois metros é a exigência de uso do cinto de segurança no estilo paraquedista e todos os empregados devem possuir uma autorização para trabalhos em altura que ateste a capacidade fisiológica dos trabalhadores.

Com relação ao transporte de materiais e ferramentas, as condições específicas do local sinalizarão a forma mais adequada, mas na maioria dos casos ele deve ser feito através da utilização de cordas em cestos especiais.

As ferramentas não devem ser transportadas nos bolsos dos trabalhadores. Recomenda-se, neste caso, o uso de sacolas especiais ou cintos apropriados para este fim.

Os materiais e ferramentas, de modo geral, não podem ser deixados sobre os andaimes, plataformas ou qualquer outra espécie de estrutura elevada, no intuito de evitar acidentes nos locais de trabalho, com os trabalhadores e transeuntes.

Com essas orientações básicas é possível evitar um grande número de acidentes e garantir melhores condições de trabalho. Importantes aliados em um serviço prestado.

Fonte: Corpo de Bombeiros

Notícias relacionadas