Tribunal de Justiça suspende trabalhos da Comissão Processante

Tribunal de Justiça suspende trabalhos da Comissão Processante

Da Redação – Os trabalhos da Comissão Processante (CP) que investigam possíveis irregularidades na administração do prefeito Jeová Moreira da Costa foram suspensos. A liminar foi concedida pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais em Belo Horizonte, pelo desembargador Edilson Olímpio Fernandes e anunciada hoje (4).

A ação foi impetrada pelo ex-secretário de Assuntos Jurídicos, André Sampaio, atual advogado de defesa do prefeito. Ele alegou irregularidades na comissão como a não definição dos membros da comissão por meio de sorteio de todos os vereadores, como determina a lei, e sim por sorteio dos parlamentares indicados pelos partidos que compõem a bancada da atual legislatura.

Após a definição do Tribunal de Justiça, os trabalhos da Comissão Processante estão suspensos e na próxima segunda não haverá o depoimento de José Clementino dos Santos (ex-secretário municipal de Planejamento e Gestão), Alda Sandra Barbosa Marques (secretária municipal de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Parcerias) e do prefeito Jeová Moreira da Costa, como estava previsto.

Marco Antonio Rios preside a comissão e disse que vai recorrer da decisão assim que for notificado. Além de Marco Antônio fazem parte da comissão os vereadores César Romero da Silva (Garrado) e Lídia Jordão.

Notícias relacionadas