Super banner

Uniaraxá, Epamig e prefeitura firmam parceria para pesquisa e estágio

Uniaraxá, Epamig e prefeitura firmam parceria para pesquisa e estágio

O curso de Agronomia do Centro Universitário do Planalto de Araxá (Uniaraxá) acaba de ser contemplado com uma importante parceria que irá possibilitar oportunidade de estágio e pesquisa científica e tecnológica. Um convênio assinado no último dia 11 entre o Uniaraxá e a Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig), com a interveniência da prefeitura, permitirá a utilização da Fazenda Experimental de Araxá (Feax) como campo de estudos práticos para os futuros agrônomos. O professor Carlos Manoel de Oliveira, coordenador do curso de Agronomia, juntamente com o gerente da Feax, Maurício Gomes de Menezes, irão formalizar os procedimentos desta parceria e as atividades a serem desenvolvidas.

Presentes à assinatura do convênio estiveram, além do reitor do Uniaraxá, professor mestre Válter Gomes, o prefeito Jeová Moreira da Costa, o presidente da Epamig, Baldonedo Arthur Napoleão, o gerente da Feax, Maurício Gomes de Menezes, o diretor da Fundação Cultural de Araxá, José Gino Borges, professores e alunos. O presidente da Epamig palestrou, em seguida, sobre o tema “A pesquisa agropecuária e o desenvolvimento regional”.

O professor Válter agradeceu a presença do presidente Baldonedo Napoleão, ressaltando a importância da parceria, que irá proporcionar uma imensurável melhoria no ensino, beneficiando não somente os estudantes de Agronomia, mas toda a população regional.

Dirigindo-se ao prefeito municipal, o reitor reiterou a gratidão e o reconhecimento do Uniaraxá pelas sucessivas demonstrações de confiança, retratadas nos diversos convênios de cooperação firmados nos últimos meses. O prefeito Jeová disse que a sustentabilidade econômica de Araxá está concentrada em três eixos – mineração, agronegócio e turismo.

“Agora estamos começando a difundir essas potencialidades e é com grande satisfação que participamos de um projeto como este, que irá favorecer o agronegócio e a nossa juventude, que, dotada de maior conhecimento, poderá produzir uma riqueza incalculável para a nossa cidade e região”, destacou o prefeito.

Pesquisa e ensino: uma via de mão única

A Fazenda Experimental de Araxá, de 120 hectares, é a última das 26 unidades implantadas pela Epamig em todo o Estado. De acordo com o gerente Maurício Gomes, as atividades já começaram, e está previsto para os próximos meses o desenvolvimento de diversos projetos nos setores da agricultura e pecuária.

“Temos a intenção de implementar, inicialmente, o setor de laticínios e cultura de sete variedades de oliveiras, além de maracujá, batata e morango. Todas as atividades serão desenvolvidas juntamente com a Epamig de Uberaba”, relatou.

Em sua palestra, Baldonedo Napoleão focou a necessidade de investimento em pesquisa no setor produtivo. A respeito da parceria entre o Uniaraxá e a Epamig, o palestrante disse que é um documento histórico, grandioso, uma iniciativa muito inteligente, a de aproximar o ensino da pesquisa agropecuária.

As unidades instaladas pela Epamig têm o objetivo de desenvolver pesquisas a fim de transmitir ao produtor conhecimentos para que ele produza corretamente.

“Eu não entendo a distância entre a pesquisa e o ensino. No Brasil gasta-se uma fortuna com pesquisa nas universidades federais e, no entanto, há um distanciamento muito grande entre a prática e a produção”, informou, reafirmando a importância da iniciativa do Uniaraxá.

Notícias relacionadas