Uniaraxá estreia curso de Engenharia Ambiental

Uniaraxá estreia curso de Engenharia Ambiental

O Centro Universitário do Planalto de Araxá (Uniaraxá) oferece o curso de Engenharia Ambiental no período diurno e noturno em 2011. A grande demanda de profissionais para a área e a pesquisa realizada com estudantes de unidades de ensino da região levaram o centro universitário a optar pela implantação do curso.

A nova graduação é uma das opções dos estudantes no processo seletivo deste segundo semestre, com 120 vagas ofertadas e mensalidade por volta de R$ 670 (valor dos cursos de Engenharia no Uniaraxá). As inscrições para o processo seletivo iniciaram na última segunda-feira (18) com taxa no valor de R$ 70. Haverá desconto de 30% (R$ 49) e um brinde para as inscrições feitas até hoje (22). As provas (redação e conhecimento gerais) serão realizadas no dia 21 de novembro próximo, mesma data em que se encerram as inscrições do processo seletivo.

O mercado de trabalho do engenheiro ambiental é bastante promissor. A formação multidisciplinar é essencial. O profissional da área pode diagnosticar problemas, propor soluções, participar da elaboração de projetos ambientais e acompanhar a implantação e o funcionamento dos sistemas e equipamentos destinados à minimização das dificuldades no setor. O mercado procura engenheiros ambientais que busquem justamente introduzir fatores de equilíbrio ambiental. Isso ocorre em obras civis, no desenvolvimento de processos industriais e no planejamento de áreas urbanas e rurais.

O reitor do Uniaraxá, Válter Gomes, diz que a implantação do curso já estava prevista no Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) da instituição após uma pesquisa realizada pelo Departamento de Marketing no ano passado.

“No estudo que fizemos nas empresas, constatamos que um grande número de pessoas queria curso Engenharia de Produção e os estudantes do ensino médio tinham a intenção de fazer uma Engenharia Ambiental. Há três semanas, o curso foi aprovado e nós já vamos oferecer no vestibular do segundo semestre, com as aulas sendo iniciadas em fevereiro de 2011”, destaca.

De acordo com ele, o engenheiro ambiental é um profissional com boas perspectivas de futuro. “Nos próprios debates políticos que estamos assistindo nas eleições deste ano, podemos notar uma valorização desta questão ambiental. Entendemos que todas as empresas devem preocupar-se com as questões ambientais no seu planejamento, avanços e procedimentos. É uma questão que afeta todas as pessoas, no seu trabalho, na sua casa, nas ruas, qualquer que seja o local. Falar de meio ambiental é falar em todos os momentos da nossa vida e assim analisamos que é um mercado bastante amplo que começa a ser explorado.”

Segundo o reitor, o curso de Engenharia Ambiental oferecido pelo Uniaraxá tem como objetivo suprir a demanda local e de cidades vizinhas. “Nós sabemos que o mercado da engenharia está muito aquecido, inclusive com campanhas para aumentar o número de engenheiros em todas as áreas. Quando decidimos oferecer cursos da área sabíamos que algumas universidades da região oferecem a graduação e temos um número altamente significativo de jovens que saem de Araxá e de outros municípios para estudar em Uberaba e Patos de Minas. Essa grande procura nos incentivou bastante e entendemos que a nossa instituição deve suprir essa demanda, já que temos profissionais e estrutura para o curso”, ressalta Válter.

O reitor afirma que o valor das mensalidades é semelhante ao das universidades da região. “Cobramos valores até um pouco abaixo do mercado, mas na média são mensalidades bastante parecidas. Nossa instituição é sem fins lucrativos, mas não podemos fugir muito desses valores, pois se hoje temos essa estrutura privilegiada e saldo positivo de recursos para investimentos deve-se à boa gestão”, acrescenta.

Outras informações sobre o processo seletivo 2011 pelo site do Uniaraxá.

Notícias relacionadas