Uniaraxá investe na capacitação do corpo docente

Uniaraxá investe na capacitação do corpo docente

O Centro Universitário do Planalto de Araxá (Uniaraxá) adota políticas de incentivo à qualificação dos professores para ter mestres e doutores em seu quadro de profissionais. O Ministério da Educação (MEC) recomenda que as instituições de ensino superior tenham 50% dos profissionais mestres, sendo  50% destes doutores. A instituição já cumpriu sua meta com os docentes mestres – possui 60% – e promove ações para preencher o quadro de doutores.

De acordo com a coordenadora de Graduação, Vânia Lúcia Ferreira Alves, desde 1999 o Uniaraxá trabalha políticas de qualificação de docentes, iniciativa que foi reforçada em 2003 com o apoio para que os professores fizessem mestrado e está sendo intensificada agora com incentivo ao doutorado.

Atualmente, oito professores estão cursando mestrado e dois fazem doutorado. Além dos investimentos no seu quadro interno, a instituição prioriza a contratação de mestres e doutores. Essa situação qualifica a instituição perante o MEC e se reflete na qualidade do ensino. Segundo Vânia, a perspectiva é de que a titulação dos docentes contribua para aprimorar ainda mais o nível de excelência do Uniaraxá.

Uma portaria da Fundação Cultural de Araxá (FCA), mantenedora da instituição, estabelece o valor de R$ 12 mil mensais para investimento em qualificação de professores, selecionados segundo os quesitos: tempo de serviço, atuação na área e prazo restante para aposentadoria na instituição. O beneficiado precisa ter trabalhado no mínimo dois anos no Uniaraxá, ministrar doze aulas semanais e preencher formulário a ser avaliado pela reitoria e autorizado pela FCA.

De acordo com a portaria, a ajuda de custo é para especialização em instituição pública, onde não se cobra a mensalidade, e de 100% da mensalidade em instituição particular.

A coordenadora destaca, porém, que cursar uma especialização depende do interesse e da disponibilidade do profissional, que precisa se dedicar dois anos para o mestrado e quatro para o doutorado. A política de apoio à formação continuada valoriza o profissional de educação e representa investimento para o Uniaraxá.

Ao ser avaliada pelo MEC, a instituição recebe pontuação diferenciada, de acordo com o número de mestres e doutores em seu corpo docente.

Notícias relacionadas