Vagas abertas para especialização em Esportes e Atividades Físicas Inclusivas

Vagas abertas para especialização em Esportes e Atividades Físicas Inclusivas

Estão abertas as inscrições para a especialização em Esportes e Atividades Físicas Inclusivas para Pessoas com Deficiência, oferecida gratuitamente pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) na modalidade à distância. Os interessados podem fazer a inscrição online até 30 de outubro no site www.cead.ufjf.br, endereço onde também pode ser conferido o edital.

O curso tem como público-alvo professores e profissionais que atuam com alunos com deficiência em instituições da rede pública ou em fundações e entidades sem fins lucrativos. Estão sendo oferecidas 230 vagas, distribuídas em oito polos: Araxá, Boa Esperança, Buritis, Ipatinga, Lagoa Santa, Lavras e Salinas, todos em Minas Gerais, além de Rio das Ostras, no Rio de Janeiro. Entretanto, moradores de outras cidades também podem concorrer, desde que tenham disponibilidade para realizar as atividades presenciais no polo escolhido. A especialização tem duração de um ano e meio.

De acordo com o integrante da equipe pedagógica do curso, Otávio Rodrigues, um dos diferenciais é o fato de o material pedagógico utilizado ao longo da especialização ter sido elaborado por professores de diferentes instituições públicas brasileiras, todos doutores na área. Segundo ele, após a conclusão da pós-graduação, os alunos estarão aptos a realizarem atividades voltadas para pessoas com deficiência.

“O principal objetivo do curso é preparar profissionais para elaborar e aplicar programas de atividades físicas para pessoas com deficiência, considerando os aspectos multidimensionais relativos à saúde, ao esporte e ao bem-estar das pessoas com deficiência. Outro objetivo é que os egressos do curso sejam capazes de elaborar programas de recreação, inclusão esportiva e lazer para práticas sociais inclusivas”, explica Rodrigues.

Após realizarem a inscrição online, os candidatos devem ficar atentos ao prazo de efetivação da inscrição, que vai até 1° de novembro, data limite para que a documentação exigida no edital seja entregue pessoalmente no polo escolhido. Outra possibilidade é nomear um procurador (procuração simples) para efetuar a entrega.

 

Notícias relacionadas