Verão terá tempestades e temperaturas acima da média em Minas

Verão terá tempestades e temperaturas acima da média em Minas

 

Neste ano, o verão iniciará às 2h48 (horário de verão) da próxima terça-feira (22/12). Essa estação marca o ápice do período chuvoso em boa parte do Brasil e, principalmente, no Sudeste e Centro-Oeste. Nos meses de dezembro e janeiro ocorrem chuvas mais constantes e volumosas, causadas pela convergência de umidade proveniente da Amazônia e do Oceano Atlântico. Outras características marcantes dessa estação são a duração do dia – que se tornam mais longos – e a ocorrência de veranicos – longos períodos sem chuvas –, mais provavelmente em janeiro e fevereiro.

Chuvas

A próxima estação terá influência do fenômeno El Niño, pois as temperaturas superficiais do Oceano Pacífico encontram-se acima da média na região equatorial. Embora esse fenômeno exerça um grande influência na pluviometria do Sul e do Norte do país, na região Sudeste não há um sinal conhecido na distribuição das chuvas.

Entretanto, alguns estudos sugerem um aumento na ocorrência de tempestades devido ao El Niño, caracterizadas, principalmente, pela ocorrência de ventos fortes e descargas atmosféricas.

Ao longo do verão espera-se chuvas ligeiramente acima da média na Zona da Mata, no Sul e no Leste de Minas, principalmente no mês de janeiro. Já no Norte e na região Central do estado, são esperadas chuvas abaixo da média, enquanto nas demais regiões são esperadas chuvas dentro da normalidade.

Temperatura

O El Niño tem um sinal claro com relação à temperatura na região Sudeste, de valores ligeiramente acima da média. Nesse verão, essas temperaturas mais altas ocorrerão principalmente na região Central e no Norte de Minas. Já no Sul do estado, devido às chuvas acima da média, as temperaturas ficarão ligeiramente abaixo da média histórica, enquanto nas demais regiões elas ficarão apenas ligeiramente mais altas.

O mês mais quente da estação, quando comparado com sua média histórica, será março, enquanto o mais frio será janeiro. A região Central de Minas será a região com maior tendência a ficar com as temperaturas acima da média, principalmente em janeiro.

Economia de energia

Alguns hábitos simples podem ser adotados sem perda do conforto no verão e também podem atenuar o aumento do consumo. Além de reduzir a conta de energia no fim do mês, a população pode ajudar o país a recuperar em um ano de condições hidrológicas desfavoráveis.

Uma das principais medidas é a chave de temperatura do chuveiro para o verão, nesta época do ano. O chuveiro é um dos equipamentos que mais consome energia, devido à sua potência – que é muito alta. Mudando o seletor de temperatura da posição “inverno” para a posição “verão”, a potência é reduzida em 30%, proporcionando uma redução no consumo residencial ao final do mês de até 10%.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário: