Vereadores aprovam a criação de 13 cargos comissionados

Vereadores aprovam a criação de 13 cargos comissionados

A Câmara Municipal apreciou os dois polêmicos projetos de lei, de autoria do Executivo, que estavam em tramitação desde o último dia 20 de outubro. Os vereadores aprovaram, por 9 votos a 4, as propostas que criam 13 cargos comissionados, sendo 11 vagas para o quadro da administração municipal e outras duas para a Fundação da Criança e do Adolescente de Araxá (FCAA). Os vereadores Mauro Chaves (PDT), Onulda Soares (PT), Farley (PT) e Romário (PTdoB) votaram contra a proposta. A vereadora Valéria Sena (PTdoB) não compareceu a reunião e justificou sua ausência. Já o presidente da Câmara Municipal, Carlos Roberto Rosa, não tem o direito de voto na apreciação desse tipo de projeto.

 

O projeto de lei 180/2015 178/2015 tinha objetivo de criar cinco cargos de Executivo I, sendo cada uma das vagas para as seguintes secretarias: Procuradoria Geral do Município, Ação e Promoção Social, Obras Públicas e Mobilidade Urbana, Fazenda e Planejamento, Administração e Recursos Humanos. Outros seis cargos de Executivo II seriam criados, sendo duas vagas para o Gabinete do Prefeito Municipal, duas para Obras Públicas e Mobilidade Urbana, uma para a Procuradoria Geral do Município e outra para a secretaria de Ação e Promoção Social. Já o outro no projeto, 178/2015,  o prefeito Aracely tinha o objetivo de criar um cargo de Executivo I e outro de Executivo II para a Fundação da Criança e do Adolescente de Araxá (FCAA).

 

De acordo com a administração municipal, a criação dos cargos em caráter de urgência tem como finalidade a profissionalização e a melhoria da eficiência dos setores beneficiados com os cargos e os impactos orçamentários estavam dentro das perspectivas de receita municipal, levando-se em consideração principalmente o fato de há previsão de acréscimo substancial da receita municipal em decorrência de parcerias que vêm sendo firmadas com os governos federal e estadual e com empresas privadas.

Notícias relacionadas

1 Comentário

Deixe um comentário: