Vereadores aprovam doações de terrenos para instalação de empresas em Araxá

Vereadores aprovam doações de terrenos para instalação de empresas em Araxá

""

A Câmara Municipal de Araxá aprovou, na reunião ordinária desta terça-feira (21), os projetos de doação de terrenos para empresas que visam ampliar os negócios e contavam com esse apoio do poder público municipal. Os projetos de lei 229, 230, 233, 234 e 235 repassaram áreas para cinco empresas, entre elas, a Cervejaria Wäls, que será construída em uma área que vem sendo bastante debatida desde o ano passado, adquirida da Cemig pelo Município, às margens da avenida que liga a cidade ao Barreiro. Além disso, o projeto de lei 244 é referente à doação de área para o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai).

As propostas foram aprovadas por 13 votos a 0. Fora o Senai, as demais empresas, de acordo com sugestão da Promotoria de Justiça, receberam os terrenos em troca de uma contrapartida que precisam dar ao município, conforme comenta o vereador Professor Cachoeira (PDT), líder do governo na Casa e grande apoiador dos projetos.

“Esses projetos estavam engessados por algumas dúvidas, mas podemos chegar a um acordo. Os empresários aguardavam essa aprovação, com financiamento e plantas para começar as construções, nós inovamos. Doravante, em Araxá, toda cessão de área, a empresa beneficiada deverá doar à cidade algo mais”, afirma.

“O que é esse algo mais? a Casa Franca adotou o ginásio do (bairro) Padre Alaor, a Satis adotou o ginásio do (bairro) São Geraldo, a Wäls vai adotar a Praça Governador Valadares, que será revitalizada, porque ela é uma praça tombada, e a Analítica Química vai cuidar do canteiro da avenida Pedro de Paula Lemos, desde o Posto 2000 até a rotatória do acesso ao (bairro) Cincinato de Ávila, no Setor Norte. É uma nova forma de se fazer as coisas, com honestidade, com justiça e igualdade social”, afirma Cachoeira. Outra empresa contemplada com doação foi a Realize Móveis Planejados.

Vários empresários e representantes das empresas beneficiadas acompanharam a votação dos projetos.

Notícias relacionadas