Vereadores discutem mais R$ 2 milhões em verbas para a Santa Casa

Vereadores discutem mais R$ 2 milhões em verbas para a Santa Casa

Os dez vereadores estiveram reunidos durante toda a manhã de hoje (6) com o secretário municipal de Saúde, Antônio Marcos Belo, e o provedor da Santa Casa de Misericórdia, Nilson Vieira de Carvalho, para discutirem e tirarem dúvidas sobre a aplicação de mais R$ 2 milhões, que o Executivo pretende repassar ao hospital.

O projeto de lei 193/2009 deve entrar em votação na reunião da Câmara Municipal na tarde desta terça-feira e caso seja aprovado será o segundo repasse do Executivo à Santa Casa, lembrando que R$ 1,8 milhão já foram aprovados para a entidade em abril deste ano. 

Segundo Antônio Belo, a verba vem ao encontro da necessidade de estruturar o hospital e o atendimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Além de questionarem a aplicação do dinheiro, os vereadores aproveitaram para indagar Antônio Belo sobre diversas vertentes na área da saúde, como plantões médicos, planos de saúde, realização de exames, atendimentos no PAM, novos PSFs e UNIs, entre outros.

Se o projeto receber o sim do Legislativo, o município repassará uma subvenção social no valor de até R$ 2 milhões, a serem pagos em quatro parcelas mensais no valor de R$ 500 mil.

Está previsto que a entidade se reestruture no âmbito do SUS instaurando o sistema de gestão plena, a nova Farmácia de Minas, construção de laboratório regional, sistema de prontuário eletrônico, atendimento de alta complexidade, construção de nova UTI e UTI neonatal e produção de nutrição dietética parenteral.

Notícias relacionadas