Vila vence Grei, mas nenhuma das equipes chega à final da Taça Cidade

Vila vence Grei, mas nenhuma das equipes chega à final da Taça Cidade

Três equipes entraram em campo na última rodada da primeira fase do Amador com chances de ficar com a vaga na final da Taça Cidade contra o GEF. O Grei só precisava de um empate contra o Vila. O Vila precisava vencer e torcer para o Tigrão não fazer mais de cinco gols de diferença contra o Internacional. E foi justamente o mais improvável que aconteceu. O Vila ganhou do Grei por 1 a 0, mas o Tigrão fez 6 a 1 no Inter e comemorou o lugar na grande final.

Na parte baixa da tabela, sobrou para Palmeri e Santa Terezinha a amarga descida para a 2ª Divisão. O CIT conquistou a última vaga na classificação para a próxima fase ao vencer o Ferroviário por 2 a 1. Os oito classificados são GEF, Tigrão, Vila Nova, Grei, Olympique, Ferrocarril, Operário e CIT.

Vila melhor

Precisando da vitória, o Vila Nova foi mais presença no ataque e boas chances com a dobradinha que está dando certo entre Vitor e Arthur. O Grei também assustava, e logo aos 5 minutos Carezzato quase deixou o dele, mas a zaga desviou o chute que tinha endereço.

A resposta do Tricolor veio aos 24. Vitor recebeu ótimo lançamento de Germano, ganhou da defensiva e bateu cruzado tirando tinta da trave do goleiro Arlem.

Com dificuldade na criação das jogadas, o Grei pouco arriscou e se preocupou mais em se defender. O único lampejo de que poderia ser diferente foi com o chute de Ronaldo, que passou perto.

Vila e Grei morrem abraçados

As emoções que faltaram no 1° tempo ficaram todas para a segunda etapa. Contente com o empate, o Grei viu o Vila Nova furar a retranca e fazer 1 a 0, colocando fogo na partida. Aos 8, Vitor fez boa jogada pela ponta direita e tocou para Matheus, que tinha entrado no lugar de Germano, o lateral cruzou na área e Arthur não perdoou.

A partir daí, o Grei foi para cima e o treinador Cláudio Macedo fez logo três mudanças de uma vez; Caceba, Fernando Henrique e Luizinho nos lugares de Vágner Love, André e Ronaldo, respectivamente.

As mudanças deram um sangue novo ao time e a esperança da equipe aumentou com a expulsão do zagueiro Anderson, aos 26 minutos, por reclamação. Com um a mais, faltou pouco para o Grei ficar com a vaga. Nos últimos minutos, Bebeto, de voleio, e Caceba, de cabeça, quase empataram a partida.

Por fim, o resultado só ajudou o Tigrão a ficar com a vaga na final.

Ficha técnica

Grei: Arlem, Dunguinha (Paulo André), Hélio, Rafael Carezzato e Kellvy; Caio Xaropinho, André (Fernando Henrique), Deninho (Netinho) e Ronaldo (Luizinho); Bebeto e Vágner Love (Caceba).
Treinador: Cláudio Macedo.

Vila Nova: Vaguinho, Germano (Matheus), Anderson, Cassiano e Thiago Piriá; Renê, Éder, Lineker e Foguinho (Fernandinho); Vitor (Harlem) e Arthur.

Árbitro: Marcilio Adriano.

Auxiliares: Sebastião Prozolino e Claudio Cavichiolli.

Cartões amarelos: Kellvy (Grei); Cassiano, Fernandinho e Vitor (Vila)

Cartão vermelho: Anderson (Vila)

Gol: Arthur, aos 8 minutos do 2º tempo.

â–º Classificação

â–º Tabela

Notícias relacionadas