Yuri Santiago é condenado a 53 anos de prisão pelo latrocínio contra o casal Higor e Rafaela; comparsas pegam 44 anos

Yuri Santiago é condenado a 53 anos de prisão pelo latrocínio contra o casal Higor e Rafaela; comparsas pegam 44 anos

A Justiça Criminal de Araxá condenou Yuri Santiago Borges a 53 anos de prisão pelo latrocínio (roubo seguido de morte) cometido contra o jovem casal Higor Humberto Fonseca de Sousa e Rafaela D’Eluz Giordani no dia 23 de janeiro deste ano, no bairro Veredas do Belvedere.

Yuri foi preso pela Polícia Civil no dia 2 de fevereiro quando estava foragido em Uberlândia e aguardava julgamento. Além dele, apontado como principal mentor do crime, outros dois comparsas também foram condenados. Igor Rafael, 22, pegou 44 anos e seis meses, e Vinícius Henrique Machado da Mata, 20, 44 anos. Após o crime a caminhonete do casal foi roubada pelos criminosos e encontrada abandonada em Uberaba.

Todos vão cumprir as penas em regime fechado. As sentenças foram proferidas no dia 5 de outubro pelo juiz Renato Zouain Zupo. Cabe recurso.

O brutal crime contra o casal que levou mais de 100 facadas ainda teve participação de dois adolescentes de 17 anos, que foram apreendidos 5 dias depois do latrocínio junto com os então suspeitos Igor Rafael e Vinícius Henrique, que eram ex-funcionários de Higor Humberto em uma loja de radiadores.

A condenação dos adolescentes foi no começo de março passado, com três anos de medida socioeducativa de internação.

Notícias relacionadas

4 Comentários

  1. Dimenor

    Morte aos menores de idade já !!!! Igual eles fizeram com as vítimas!!! Já que a justiça não pode fazer nada… PRECISAMOS DA JUSTIÇA DA SOCIEDADE!!!

    Responder

Deixe um comentário: