Copasa completa quatro décadas em Araxá

Copasa completa quatro décadas em Araxá

A história da Copasa em Araxá, um dos municípios-pólo em que atua, começou em 1973, com o abastecimento de água e desde 2002 atua também na prestação dos serviços de esgotamento sanitário. Hoje 99% da população recebe água em suas casas e 97% tem seu esgoto coletado e tratado.

Araxá é uma das cidades privilegiadas com saneamento básico completo, e modelo para outras localidades do Estado. O sistema de abastecimento de água tem certificação ISO 9001, recebida pela primeira vez em 2001, ajudou a Diretoria de Operação Sudoeste conquistar, em 2012, o troféu Diamante, premiação máxima do PNQS – Prêmio Nacional de Qualidade em Saneamento.

Para atender a população local com abastecimento de água, a       Copasa faz a captação em três córregos (Feio, Fundo e Areia) e tem uma Estação de Tratamento de Água (ETA), com capacidade para tratar 42 milhões de litros de água por dia. São mais de 34 mil imóveis atendidos com mais de 230 mil metros de rede de distribuição de água. As elevatórias, a ETA, os reservatórios e os macromedidores são automatizados com tecnologia de ponta fazendo o telecomando, a telesupervisão e a telemedição de todas as unidades. E para dar mais segurança e tranquilidade aos clientes, a empresa utiliza a tecnologia Sileim que possibilita aos empregados, em campo, fazer a leitura e a entrega simultânea da conta.

Já no esgotamento sanitário, nos 12 anos em que atua, a Copasa já investiu R$ 80 milhões no sistema, que inclui entre outras obras, a construção de quatro Estações de Tratamento de Esgoto (ETEs), implantação de mais de 37 mil metros de redes coletoras e interceptoras, padronização das ligações prediais e a retirada de lançamentos indevidos de esgoto nas redes pluviais.

A ETE Central, responsável pelo tratamento de 90% do esgoto coletado na cidade é composta pelo tratamento preliminar; três reatores anaeróbios; três filtros biológicos; três decantadores secundários; estação elevatória para recirculação de efluente; estação elevatória para recirculação de lodo; 10 leitos de secagem de lodo; três queimadores de biogás e aterro controlado. A unidade foi projetada com previsão de futura expansão para atender às necessidades do desenvolvimento socioeconômico e o crescimento da cidade. As outras três ETEs são responsáveis pelo tratamento do restante do esgoto coletado.

A parceria da Copasa com Araxá não se restringe aos serviços de água e esgoto. A Empresa participa ativamente do dia a dia da comunidade, atendendo com cessão de mini-caminhões pipa, os principais eventos e entidades da cidade, como o time de futebol de Araxá, Campeonato de Voo Livre, Campeonato de Mountain Bike, entre outros. A Copasa ainda desenvolve o Projeto Chuá, de educação ambiental para estudantes de escolas públicas e particulares, e atua com conscientização ambiental em datas como o Dia Mundial da Água e o Dia Mundial do Meio Ambiente.

Entenda a cobrança da tarifa de esgoto

O esgoto doméstico, que nada mais é do que a água usada faz parte do dia a dia das pessoas sem que, muitas vezes, elas não se deem conta disso. É gerado em atividades corriqueiras, como escovar os dentes, lavar louças, tomar banho ou usar o vaso sanitário. Depois de usada, o que acontece com essa água? Para onde ela vai? Em que condições é devolvida aos rios e córregos?

Em Araxá quem também cuida dessa água usada é a Copasa. É ela que coleta o esgoto gerado nos imóveis, por meio de redes coletoras e o encaminha até às ETEs. Para isso a empresa está à disposição 24 horas para atender as solicitações da população.

Para fazer esse serviço, a empresa precisa mobilizar uma completa estrutura humana e técnica, em atividades que incluem vistorias e instalações de poços de visita, correções de vazamentos, ligações de esgoto, substituição de tubulações danificadas e desentupimentos de redes, que impedem o retorno do esgoto para dentro das casas.

E é exatamente para custear esses serviços tão importantes e nem sempre visíveis que é cobrada a tarifa de esgoto sanitário em sua conta de água. O valor dessa tarifa corresponde a 50% do valor do consumo de água do imóvel e é definido pela Agência Reguladora dos Serviços de Abastecimento de Água e de Esgotamento Sanitário do Estado de Minas Gerais (Arsae-MG). É o mesmo cobrado pela Copasa em todas as cidades em que presta serviços de coleta de esgoto e manutenção das redes.

Essa é a etapa final do serviço. A água usada é encaminhada à Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), onde passa por um processo de retirada de sujeiras antes de ser devolvida aos rios e córregos. Para o serviço de tratamento, a tarifa estipulada pela Arsae-MG é correspondente a 90% do valor do consumo de água do imóvel.

No município de Araxá, o tratamento de esgoto beneficia mais de 93 mil habitantes.

Tarifa Social: Saneamento para todos

Famílias com renda de até meio salário-mínimo por pessoa, inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais, podem solicitar a Tarifa Social para as contas de água da Copasa. A residência beneficiada pelo programa tem redução de até 40% na cobrança. Em Araxá, mais de quatro mil casas têm desconto nas contas de água.

Quem está no critério da renda, mas não está inscrito no Cadastro Único, deve ir até a Prefeitura Municipal de Araxá para fazer a inscrição e se informar. Depois, deve ir até à Agência de Atendimento da Copasa em Araxá, que fica na Rua Luiz Augusto Coelho, 190, no Centro, e pedir a tarifação na categoria.

Assessoria de Comunicação Copasa

Notícias relacionadas