Super banner
Super banner

Detentos participam de projeto para presentear crianças carentes no Natal

Detentos participam de projeto para presentear crianças carentes no Natal

O Natal de várias crianças carentes de Minas Gerais já está garantido. Os brinquedos dos sonhos de meninos e meninas, cujas famílias não poderiam transformar em realidade, foram entregues, na semana passada, por funcionários da Subsecretaria de Administração Prisional (Suapi) da Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) que participaram, como padrinhos, do projeto Papai Noel dos Correios. Ao todo, foram adotadas mais de mil cartinhas.

A iniciativa teve a adesão de todos os setores – do subsecretário aos detentos – em que as pessoas se mobilizaram para garantir o sorriso de crianças ou adultos que ainda acreditam na magia da festa que comemora o nascimento de Jesus. A participação dos presos foi possível por meio da fabricação de bolas, agasalhos, brinquedos de madeira e recuperação de bicicletas usadas, esta realizada pelos detentos dos presídios regionais de Araxá e Curvelo.

A ideia de aderir ao projeto dos Correios surgiu no ano passado. Na ocasião, foram adotadas 300 cartas. Para o subsecretário de Administração Prisional, Genilson Zeferino, a iniciativa é fruto do constante trabalho de humanização do sistema prisional. Ele ressalta que a iniciativa tem papel importante no sentido de combater o preconceito que a população em geral tem com relação aos detentos. “Os presos costumam ser vistos como pessoas que não têm sentimento, que querem o mal da sociedade. Com essa ação, eles têm a chance de mostrar que isso não é verdade, demonstrando que são cidadãos que pretendem se reintegrar à sociedade”, afirma.

Bicicletas

No Complexo Penitenciário Nelson Hungria, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), e em outras três unidades prisionais do Estado, os detentos se dedicaram à produção de bolas que também serão enviadas como presente para as crianças carentes. Já os presos do Presídio Floramar, em Divinópolis, no Centro-Oeste do Estado, onde há um setor de confecção, ficaram encarregados de produzir agasalhos

Nos presídios de Curvelo, na região Central do Estado, e Araxá, no Alto Paranaíba, os detentos fizeram a recuperação de bicicletas usadas. Um grupo de 20 presos que trabalha na marcenaria da Penitenciária Dênio Moreira de Carvalho (PDMC), em Ipaba, no Leste do Estado, se empenhou na construção de cerca de 620 brinquedos de madeira, entre casinhas de bonecas, carrinhos e brinquedos pedagógicos.

O diretor da PDMC conta que há nove anos a penitenciária arrecada brinquedos junto à comunidade para presentear os filhos dos detentos no Natal e no Dia das Crianças. Há também doações de cestas básicas, que são repassadas às famílias dos presos que residem em Ipaba. Além das iniciativas próprias de cada estabelecimento, nas unidades prisionais mineiras haverá, no fim de semana do Natal, um almoço especial para os presos e suas famílias.

Com Agência Minas

Notícias relacionadas