Estudantes participam de prêmio pioneiro que valoriza a preservação do meio ambiente

Estudantes participam de prêmio pioneiro que valoriza a preservação do meio ambiente

Alunos de 14 e 15 anos, dos 8° e 9° ano do Ensino Fundamental, serão premiados em concurso.

Reconhecer pessoas que se destacam ou destacaram na defesa do meio ambiente e na realização de projetos em prol da preservação ambiental. Esse é um dos objetivos do Prêmio Theóphilo Barbosa de Miranda, lançado recentemente em Araxá. O projeto conta com o apoio da Prefeitura de Araxá e da Academia Araxaense de Letras (ALL). O prêmio é pioneiro no município e foi criado pelo Instituto Ambiental Araxás.

Cento e cinquenta e oito alunos de 14 e 15 anos, dos 8° e 9° ano do Ensino Fundamental das escolas municipais Professora Auxiliadora Paiva, Professora Leonilda Montandon (Caic) Aziz J. Chaer, Eunice Weaver, Padre Inácio, Antônio Augusto, Francisco Primo de Melo e José Bento, situadas nas zonas urbanas e rurais, participam de Concurso de Redação sobre as práticas que incentivem a preservação ambiental.

O Prêmio Theóphilo Barbosa de Miranda está na sua primeira edição e foi idealizado pelo Instituto Ambiental Araxás (IAA). Theóphilo foi responsável pelo projeto de paisagismo do Complexo do Barreiro, do paisagista Roberto Berle Max, em 1944, e nomeado pelo Ministério da Agricultura como chefe do Horto Florestal de Araxá, em 1950. Nascido em Tebas, Distrito de Leopoldina, o técnico agrícola adotou Araxá como o seu local de trabalho, constituiu família e teve seis filhos.

Ele faleceu no dia 4 de janeiro de 1999 em Araxá, mas deixou um grande legado do seu trabalho aqui no município. “Essa homenagem é muito importante porque retrata justamente o legado dele como ambientalista, preservador do meio ambiente e educador para que gerações futuras conheçam a sua história”, comenta Pedro Teófilo, neto do homenageado.

De acordo com o presidente do Instituto Ambiental Araxás (IAA), Murilo Borges de Castro Alves, Theóphilo Barbosa de Miranda contribuiu com destaque para a área ambiental de Araxá. “Acompanhei parte do trabalho dele quando, em vida, fez por merecer essa homenagem. O objetivo do prêmio é reconhecer a iniciativa do cidadão para a preservação ambiental ser um instrumento de conscientização que faça uma Araxá cada vez melhor. A Secretaria de Educação acolheu a nossa ideia e colocou a sua equipe para disposição”, comenta o presidente do IAA.

A secretária de Educação, Gessy Glória Lemos, afirma que os estudantes serão incentivados em fazer redações referentes ao meio-ambiente. “Homenagear uma pessoa que trabalhou por essa causa em Araxá serve de exemplo para os nossos alunos da Educação. Iremos ter alunos conscientes com a importância da preservação ambiental na medida em que a gente trabalha os nossos adolescentes dentro das unidades escolares. O prêmio prevê incentivo financeiro para as três melhores redações no concurso”, acrescenta a secretária.

Estudantes terão o prazo de entregar as redações até o dia 31 de agosto para a Secretaria Municipal de Educação, que juntamente com IAA e Academia Araxaense de Letras (AAL), participarão da avaliação do conteúdo produzido pelos alunos. O julgamento acontece nos dias 14 e 15 de setembro e a cerimônia de entrega da premiação e incentivo financeiro, no dia 21 de setembro, data alusiva ao Dia da Árvore.

 

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *