Detentos de Araxá recebem qualificação profissional

Detentos de Araxá recebem qualificação profissional

Da Redação/Via Ascom – Vinte detentos do Presídio Regional de Araxá recebem oportunidade para mudar de vida por meio da qualificação profissional. Os presos, selecionados pela Comissão Técnica de Classificação (CTC) da unidade, por boa conduta e habilidade para o trabalho, realizam, desde o dia 19 de março, os cursos de pedreiro de alvenaria e de pintor predial. A iniciativa é fruto de uma parceria entre as secretarias de Estado de Trabalho e Emprego (Sete) e de Defesa Social (Seds) com a Prefeitura de Araxá.

As aulas práticas dos cursos, que fazem parte do Plano Territorial de Qualificação em Minas Gerais (PlanteQ-MG), estão sendo ministradas na futura unidade de atendimento ao trabalhador do Sine local, onde os detentos estão ‘colocando a mão na massa’ com a reforma das instalações da antiga Escola Municipal Alice Moura, na rua Calimério Guimarães. Os cursos têm duração de 200 horas cada. Além dos detentos, 20 trabalhadores do município estão realizando o curso de eletricista predial e participando da reforma da unidade do Sine.

Trabalho

A capacitação vai trazer oportunidade de trabalho para os presos após o cumprimento da pena e até mesmo durante o período em que estiverem detidos. Atualmente, cerca de 120 detentos trabalham enquanto cumprem pena no Presídio de Araxá. Por meio de diversas parcerias, os presos trabalham com construção civil, jardinagem, plantação, cultivo de mudas, capina e artesanato.

Em todo o Estado, cerca de 12 mil presos trabalham, e recebem redução da pena – a cada três dias trabalhados, um a menos na sentença a ser cumprida – e, em muitos casos, são também remunerados.

Notícias relacionadas