Jeová participa do 30º Congresso Mineiro de Municípios

Jeová participa do 30º Congresso Mineiro de Municípios

O prefeito Jeová Moreira da Costa participa esta semana, no Expominas, em Belo Horizonte, do 30º Congresso Mineiro de Municípios.

Prefeitos, secretários de Estado, vereadores e convidados participaram da solenidade de oficial que contou com a presença do Governador Antônio Augusto Anastasia. Várias sobre assuntos ligados à Administração Pública estão sendo tratados por especialistas de diversas áreas. O Congresso acontece entre os dias 7 e 9, contando com a presença de centenas de congressistas.

Ao participar da cerimônia de abertura do Congresso, o governador Antonio Anastasia defendeu a descentralização administrativa como forma de garantir a eficiência dos serviços públicos. Acompanhado do vice-governador Alberto Pinto Coelho, Anastasia disse em seu discurso que a descentralização da administração pública é a melhor saída para enfrentar os problemas, principalmente nos municípios.

“Quando eu falo em descentralizar significa dizer que, na esfera local, se faz com mais rapidez, mais barato, com mais eficiência e, é claro, atendendo ao cidadão onde ele mora, que é a cidade, o município”, afirmou.

Ele lembrou que nos últimos dez anos, o Governo de Minas tem se esforçado para prestigiar os municípios, por meio de programas como o ProAcesso, que garante a ligação asfáltica entre cidades sem estradas pavimentadas, e o Minas Comunica, que levou o sinal de telefonia celular a todas as sedes de municípios mineiros. Antonio Anastasia também citou projetos lançados recentemente com o objetivo de acelerar o desenvolvimento. O ProMunicípio vai destinar, somente neste ano, R$ 2,1 bilhões em infraestrutura viária, máquinas e equipamentos rodoviários, veículos e ações de saúde e educação. Já o Água da Gente, programa da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa), terá investimentos de cerca de R$ 4,5 bilhões, nos próximos três anos.

Na avaliação do governador de Minas, a realidade distinta entre os municípios – e em Minas dos 853, mais de 500 tem menos de 10 mil habitantes – exige dos governos estadual e federal mais esforço para ajudar a municipalidade.  “É esta visão que nos impulsiona para clamarmos sempre pela descentralização. Ao lançarmos todos os programas de governo nos últimos dez anos, sempre tivemos esta preocupação”, completou. Antonio Anastasia agradeceu ainda às prefeituras municipais pela adesão a projetos do Governo de Minas que buscam a melhoria da gestão e também da qualidade do ensino.

Notícias relacionadas