Super banner
Super banner

Moradores do Setor Norte cobram acesso entre bairros

Moradores do Setor Norte cobram acesso entre bairros

Descaso

Um problema que os moradores do Setor Norte enfrentam há mais de cinco anos. Falta uma ligação entre os bairros João Bosco Teixeira e Cincinato de Ávila ao Urciano Lemos. Uma pinguela, uma ponte de madeira e uma passarela de concreto. Todas as alternativas, paliativas, para o local caíram ao longo do tempo. Com as chuvas dos últimos dias, a passarela de cimento foi parar no córrego que passa pelo local.

No ano passado, a Prefeitura deu início a construção de uma ponte para a passagem de veículos e pedestres, mas com a transição de governo a obra parou. O projeto orçado em R$ 160 mil estava 35% concluído.

Mesmo com a passarela quebrada, muitos moradores ainda se arriscam passando pelo local. Eles descem pelo concreto escorregadio, sobem pelo barro se equilibrando e apoiando em uma cerca. Segundo o entregador Edvaldo Batista, essa é a única forma chegar ao outro lado sem precisar dar uma volta de aproximadamente 2 km.

De acordo com o secretário de Obras, Sebastião Donizete de Souza, um novo projeto para a construção de uma ponte definitiva será licitado. A expectativa é que as obras se iniciem em 30 dias e a ponte esteja pronta até setembro.

Ainda de acordo com Donizete, a estrutura de concreto que os moradores ainda utilizam para atravessar será retirado do local para evitar acidentes.   

Notícias relacionadas