Super banner
Super banner

Policial aposentado assume a Assessoria Municipal de Trânsito e Transportes

Policial aposentado assume a Assessoria Municipal de Trânsito e Transportes

Foto: Raphael Rios

<p>Da Redação – Assumiu, nesta terça-feira (18), o cargo de chefe da Assessoria Municipal de Trânsito e Transportes (Asttran), o policial aposentado Dionísio Alexandre da Costa a convite do secretário municipal de Segurança Pública, Mauro da Silveira Chaves. Dionísio Costa chega para o lugar de Bruno Borges, que foi exonerado do cargo em janeiro deste ano.  À frente da Asttran, o novo chefe de setor pretende trabalhar a educação para buscar, na conscientização, melhorias para trânsito da cidade.

“Eu já trabalhei com o Mauro, aqui em Araxá, quando ele ainda estava no serviço ativo na Polícia Civil. Nós sempre tivemos um bom relacionamento, ele como examinador de trânsito e eu como instrutor de trânsito ou ele quando detetive e eu policial militar. Surgiu o convite, ele lembrou meu nome e eu fiquei muito satisfeito com isso. Resolvi aceitar para somar e fazer parte da equipe dele”, afirma.

O novo assessor se disse motivado com o início do trabalho. “A motivação é muito grande. A gente espera contribuir muito para a população araxaense, melhorar o que for possível, dar continuidade as coisas boas que estavam sendo feitas e melhorar algumas”, diz

Costa se aposentou como subtenente da Polícia Militar, onde trabalhou por 25 anos e traz uma bagagem no setor de trânsito. “Já trabalhei no policiamento de trânsito a pé, moto, moto patrulhamento, rádio patrulhamento, onde atendi diversos acidentes de trânsito. Já comandei também um grupo de Polícia Rodoviária, onde havia 12 militares sob o meu comando e a gente tinha uma malha viária bastante extensa. Então temos uma boa experiência nessa área”, conta.

Educação no trânsito

O assessor acredita que a educação será o caminho para melhorar o trânsito em Araxá. “Vamos ter um trânsito melhor quando investirmos em educação. Se a gente começar na pré-escola, orientando as crianças, e assim sucessivamente, em médio e longo prazo nós teremos um trânsito bom. No momento a intenção é priorizar a educação no trânsito com objetivo de reduzir os acidentes”, destaca.    

Notícias relacionadas