Fiscalização preventiva do IPDSA alerta proprietários sobre lotes sujos

Fiscalização preventiva do IPDSA alerta proprietários sobre lotes sujos

Com o período chuvoso, o mato alto e acúmulo de sujeira nos terrenos baldios acaba atraindo insetos e roedores, podendo ser potenciais focos de doenças como a dengue. Visando alertar os proprietários quanto à importância de manter seu terreno limpo, evitando que se tornem depósitos de lixos nocivos à saúde pública, o Instituto de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável de Araxá (IPDSA) está realizando fiscalização preventiva nos lotes vagos.

Entre outubro e dezembro, 758 proprietários foram notificados. Os locais mais críticos são nos setores Leste e Norte. De acordo com o chefe da Divisão de Meio Ambiente do IPDSA, o biólogo Vinícius Martins, a fiscalização preventiva também ajuda a evitar a incidência de focos de incêndio nos terrenos daqui a alguns meses, no período da seca

“A notificação é enviada pelos Correios. A partir deste momento, o responsável pelo imóvel tem um prazo de 20 dias para realizar a limpeza. Se isso não acontecer, é lavrada a multa. Se houver reincidência no prazo de 12 meses, a multa é dobrada”, explica Vinícius.

Conforme o artigo 151 do Código de Posturas Municipal a pena para esse tipo de infração é de 5 UFPAs (Unidade Fiscais da Prefeitura de Araxá) – R$ 280,75.

O biólogo reforça que o acúmulo de lixo em terrenos baldios gera uma série de consequências desagradáveis e prejudiciais à saúde, como mau cheiro, animais peçonhentos e insetos como cobras, escorpiões e aranhas, além de animais transmissores de doenças como ratos e mosquito da dengue.

A população também pode denunciar o acúmulo de lixo em local irregular através do Disque Denúncia / WhatsApp do IPDSA: (34) 98861-4079.

Notícias relacionadas

Inscreva-se
Me avise:
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Mostrar todos os comentários
0
Deixe seu comentário para essa notícia!x