Bancários de Araxá aderem greve nacional; confira as reivindicações

Bancários de Araxá aderem greve nacional; confira as reivindicações

O Sindicato dos Bancários de Araxá aderiu, em assembleia realizada no final desta tarde (8), à greve da categoria que está ocorrendo em todo o Brasil. Os bancários paralisam suas atividades a partir desta sexta-feira (9) por tempo indeterminado.

A categoria rejeitou a proposta da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) de reajuste de 6,5% sobre os salários, a PLR e os auxílios refeição, alimentação, creche, e abono de R$ 3 mil.

Os sindicatos alegam que a oferta ficou abaixo da inflação projetada em 9,57% para agosto deste ano e representa perdas de 2,8% para o bolso de cada bancário.

Os bancários querem reposição da inflação do período mais 5% de aumento real, valorização do piso salarial, no valor do salário mínimo calculado pelo Dieese (R$ 3.940,24 em junho), PLR de três salários mais R$ 8.317,90, além de outras reivindicações, como melhores condições de trabalho.

Alternativa

Clientes podem utilizar caixas eletrônicos para agendamentos e pagamentos de contas, saques de dinheiro e benefícios, depósitos, impressão de folhas de cheques e transferências.

Nos correspondentes bancários também é possível pagar contas e faturas de serviços públicos, sacar dinheiro e benefícios, depósitos e outros serviços.

Notícias relacionadas

1 Comentário

  1. Paulo Rogerio

    Acho o seguinte… essa greve é uma vergonha… Por isso que o Brasil é esse Pais Circo… Ganha quase R$ 4.000,00 reais mensais… E faz greve por que acha que o salário está ruim… Faz o seguinte,, Se esta ruim, pede as contas e procura um melhor. Pois tenho certeza que muitos matariam um por causa desse trabalho de R$ 4.000,00 mensais. Bando de desocupados… Problemas todos tem, má condição de trabalho não é só vcs…E nos consumidores que temos que conviver com isso a toda hora. Insegurança não é privilégios só de vcs senhores…Esses sindicatos só servem para criar desocupados… Exemplo clássico (LULA).

    Responder

Deixe um comentário: