Bancários de Araxá decidem na quinta se aderem à greve nacional

Bancários de Araxá decidem na quinta se aderem à greve nacional

O Sindicato dos Bancários de Araxá vai decidir, na quinta-feira (8), se adere ou não à greve da categoria deflagrada nesta terça-feira (6) em todo o Brasil. A assembleia acontece às 16h30, na sede da entidade, no Centro Comercial Domingos Zema.

De acordo com o G1, pelo menos 17 Estados e o Distrito Federal já estão com agências fechadas. A categoria rejeitou a proposta da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) de reajuste de 6,5%  sobre os salários, a PLR e os auxílios refeição, alimentação, creche, e abono de R$ 3 mil.

Os sindicatos alegam que a oferta ficou abaixo da inflação projetada em 9,57% para agosto deste ano e representa perdas de 2,8% para o bolso de cada bancário.

Os bancários querem reposição da inflação do período mais 5% de aumento real, valorização do piso salarial, no valor do salário mínimo calculado pelo Dieese (R$ 3.940,24 em junho), PLR de três salários mais R$ 8.317,90, além de outras reivindicações, como melhores condições de trabalho.

Alternativa

Clientes podem utilizar caixas eletrônicos para agendamentos e pagamentos de contas, saques de dinheiro e benefícios, depósitos, impressão de folhas de cheques e transferências.

Nos correspondentes bancários também é possível pagar contas e faturas de serviços públicos, sacar dinheiro e benefícios, depósitos e outros serviços.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário: