Alvo de ação civil pública, empresário Márcio Farid deixa presidência da Fundação Cultural de Araxá

Alvo de ação civil pública, empresário Márcio Farid deixa presidência da Fundação Cultural de Araxá
Foto: FCA

O empresário Márcio Antonio Farid não é mais o presidente da Fundação Cultural de Araxá (FCA), entidade mantenedora do Centro Universitário do Planalto de Araxá (Uniaraxá).

Ele deixou o cargo após recomendação de desligamento imediato expedido pelo Ministério Público de Minas Gerais ao Conselho Diretor da FCA, conforme prevê o estatuto da entidade que não permite membros que estejam respondendo processo judicial. Farid responde ação civil pública por suspeita de crime de peculato e/ou apropriação indébita. O processo tramita na 4ª Vara da Justiça Federal em Uberaba.

O empresário estava na presidência da FCA desde 1ª de abril de 2013, sendo reeleito para esta função em março de 2015. Farid também é presidente da Associação Comercial e Industrial de Araxá (Acia) desde 2010.

Membros do Conselho Diretor se reuniram nesta manhã (13) para tratar sobre o futuro da entidade e só vão se pronunciar no período da tarde.

O Diário de Araxá não conseguiu contato com Farid até o fechamento desta publicação. A Assessoria de Comunicação da Acia não tem informações se ele irá se pronunciar sobre o caso.

O caso foi repercutido pelo site Araxá na Moral e pelo MGTV 2ª Edição da TV Integração.  Em contato telefônico à TV, Farid disse desconhecer o inquérito.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário: