Programa Construindo Cidadania beneficia 30 detentos

Programa Construindo Cidadania beneficia 30 detentos

Trinta detentos do Presídio Regional de Araxá foram selecionados para o programa de ressocialização Construindo Cidadania, uma parceria da Prefeitura de Araxá com a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds). Eles trabalham na produção de mil bloquetes e briquetes de cimento por dia para o calçamento de ruas da cidade e, posteriormente, serão utilizados para reformas de edificações públicas.

O programa foi lançado na tarde desta sexta-feira (18), com presenças de autoridades municipais e estaduais. De acordo com o diretor do presídio local, Marcelo Lima, cada detento é beneficiado pela prefeitura com uma remuneração mensal de três quartos do salário mínimo (R$ 382,50) – direcionada aos familiares – e a unidade prisional fornece a mão de obra. Além disso, a cada três dias trabalhados, um dia é diminuído na pena.

“É um trabalho muito interessante que vem sendo desenvolvido na ressocialização do preso, que, além de aprender uma profissão e ter remissão da pena, o familiar do detento recebe essa remuneração para ajudar nas despesas”, destaca Marcelo.

O diretor de Trabalho e Produção da Subsecretaria de Estado de Administração Prisional, Helil Bruzadelli Pereira da Silva, diz que Minas Gerais conta com a parceria de 30 municípios em projetos de ressocialização de detentos.

“É um projeto fantástico. Araxá, com a sua conotação turística e econômica que tem, tem uma extrema responsabilidade social. Permite que o detento, através do trabalho, possa ser ressocializado e os resultados são visíveis. Ele ocupa o seu tempo e a família se sente muito mais valorizada pelo seu ente querido estar trabalhando. É um ganho para todos, uma ação do bem que gera outros bens.”

Notícias relacionadas