Trabalhador morre ao ser atingido por máquina em obras da Caixa

Trabalhador morre ao ser atingido por máquina em obras da Caixa

Um funcionário das obras de ampliação da agência local da Caixa Econômica Federal morreu na manhã de hoje (21) após ser atingido por uma retroescavadeira que caiu da rampa de acesso às obras. Jerônimo Batista Vieira, 45 anos, foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros, mas morreu ao dar entrada na Santa Casa de Misericórdia. Com a chegada da Polícia Militar (PM), foi constatado que o condutor, que não sofreu ferimentos, não possuía habilitação para operar a máquina.

Com as chuvas que caíram em Araxá desde a noite de ontem, o barranco que sustentava a rampa cedeu e a máquina caiu sobre Jerônimo. Segundo o subtenente do 5º Pelotão do Corpo de Bombeiros, Hilton Aguiar Almada, a vítima ainda estava viva no momento do resgate.

“Na chegada da guarnição, a vítima já estava em parada cardiorespiratória. O que nós fizemos foram os procedimentos de reanimação, sem obter êxito. A vítima foi encaminhada à Santa Casa de Misericórdia e os procedimentos continuaram”, diz.

O subtenente afirma que é cedo para falar de qualquer falha de segurança. “A rampa não suportou o peso da máquina, mesmo porque ela tombou. Agora quanto à segurança da estrutura é prematuro dizer a respeito, ficando a cargo da perícia”, conta.

Nenhum trabalhador foi autorizado a dar entrevistas, mas eles relataram aos bombeiros como foi o acidente.

“Segundo informações dos trabalhadores da obra, eles estavam carregando os caminhões com a pá carregadeira. Depois a rampa cedeu com a pá carregadeira e atingiu um dos funcionários, não o que estava conduzindo o veículo e sim um dos funcionários que estava na lateral do tapume. O barranco cedeu, a máquina tombou e a pá caiu sobre este funcionário”, relata o subtenente Almada. 

Jerônimo Batista morava no bairro Ana Pinto de Almeida e seu corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML).

Notícias relacionadas