Araxá sedia Concurso Internacional do Queijo Artesanal

Araxá sedia Concurso Internacional do Queijo Artesanal
Foto: Dirceu Aurélio / Imprensa MG

O governador Romeu Zema conheceu, nesta sexta-feira (3/6), os trabalhos do júri do Concurso Internacional do Queijo Artesanal, realizado durante a ExpoQueijo Brasil 2022, em Araxá, na região do Alto Paranaíba. A disputa acontece no Tauá Grande Hotel e Termas. Ele foi acompanhado do secretário de Estado de Agricultura, Thales Fernandes.

O concurso conta com 894 queijos inscritos, de 255 produtores. Do total de inscrições, 546 são queijos mineiros, o que corresponde a mais de 60%. Ao todo, foram 150 inscrições internacionais de sete países: Itália, Peru, Vietnã, Chile, Bolívia, Portugal e Argentina. O time de avaliadores, por sua vez, é composto por especialistas brasileiros e estrangeiros.

De acordo com o governador, hoje os produtores de queijo artesanal vivem uma outra realidade em Minas Gerais. Zema lembrou do decreto que regulamentou a produção e comercialização das iguarias no estado.

“O que estamos fazendo em Minas Gerais é valorizar o queijeiro, que está entre os melhores do mundo. No passado, devido à burocracia do Estado, os produtores tinham que produzir e vender clandestinamente. Um trabalho conjunto no Governo de Minas regulamentou as condições de produção e comercialização. A partir daí o produtor passou a ter oportunidade de produzir de maneira legalizada e atendendo às normas sanitárias”, explicou.

O decreto regulamentou a Lei Nº 23.157, de 18 de dezembro de 2018, e estabeleceu condições para produção e comercialização dos produtos, determinou normas sanitárias, boas práticas agropecuárias e de fabricação para garantir a qualidade dos queijos.

A medida teve como objetivo contribuir para o desenvolvimento do segmento, valorizando os produtos e a cultura regional, além de melhorar o ambiente de negócios e buscar novos mercados. Cerca de 30 mil produtores de queijos artesanais e empreendedores rurais no estado foram beneficiados com a medida.

ExpoQueijo

O Concurso Internacional do Queijo Artesanal faz parte da programação da Expoqueijo Brasil 2022 – International Cheese Awards, sediada pelo segundo ano no município e que deve atrair 50 mil pessoas. Além do concurso, a programação conta com feira, praça gastronômica, cursos e capacitações voltados para lojistas, produtores e outros profissionais da cadeia do queijo.

O anúncio dos vencedores da premiação, nas diversas categorias, acontece neste sábado (4/6), mas as demais atividades continuam até domingo (5/6).

O Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) e de suas vinculadas, a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas Gerais (Emater-MG), a Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig) e o Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), é correalizador do evento. O Estado também contribuiu com o patrocínio de R$ 300 mil, via Lei de Incentivo à Cultura.

Queijo Minas Legal

Durante a abertura da ExpoQueijo, o secretário de Agricultura, Thales Fernandes, anunciou o Projeto Queijo Minas Legal, parceria do Governo do Estado com o Ministério Público do Estado de Minas Gerais (MPMG).

A execução prevê um investimento de R$ 2,8 milhões. Os recursos do Fundo Estadual de Defesa e Proteção do Consumidor do MPMG serão destinados a ampliar a regularização de queijarias artesanais no estado.

O projeto deve beneficiar 650 produtores familiares, em 150 municípios mineiros. Estão previstos no plano de trabalho, 2,6 mil visitas técnicas da Emater-MG, treinamentos de profissionais da empresa de assistência técnica e do IMA, análises laboratoriais de amostras de água e de queijos, entre outras ações.

Feira

Cerca de 70 expositores fazem parte da feira da ExpoQueijo, na qual o Sistema Agricultura está presente com um estande. No espaço, a Emater-MG, a Epamig e o IMA oferecem plantão técnico a produtores que queiram regularizar as suas queijarias.

Assim, os queijeiros podem tirar as principais dúvidas sobre o processo de legalização de seus estabelecimentos e ainda preencher um requerimento, que é um dos primeiros passos para sair da informalidade. Para isso, é necessário que eles tenham em mãos os cartões do produtor e do IMA e documentos pessoais.

Capacitações

Desde quinta-feira (2/6), a Seapa oferece discussões, cursos e oficinas, em parcerias com instituições federais, estaduais e privadas, voltadas para o público de profissionais da área. Na manhã desta sexta (3/6), o V Seminário de Queijos Artesanais abriu debates sobre a caracterização das regiões produtoras, pesquisa e regulamentação.

No sábado (4/6), das 8h às 12h, a mesa redonda “Comercialização: Quais as tendências de mercado para os queijos artesanais?” será promovida pelo Ministério da Agricultura.

Ainda neste sábado, das 10h às 12h, o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar Minas) realizará uma degustação comentada. Durante a tarde, das 15h30 às 17h30, o Senar promoverá, também, uma capacitação sobre os principais defeitos em queijos artesanais.

As atividades são gratuitas, mediante inscrição prévia neste link.

Primeira edição

Na edição de 2021 do Concurso Internacional do Queijo Artesanal, em Araxá, Minas Gerais conquistou 66 medalhas, sendo 22 de ouro, 19 de prata e 25 de bronze. Em segundo lugar, no ranking de condecorações dos estados brasileiros, ficou São Paulo, somando 22 prêmios. Já o vencedor do super ouro foi italiano.

Serviço

ExpoQueijo Brasil 2022 – International Cheese Awards

Data: até 5/6/2022 (domingo)

Horário: quinta-feira a sábado (2 a 4/6), das 14h à meia-noite; e domingo (5/6), das 10h às 18h

Local:  Tauá Grande Hotel e Termas de Araxá (Rua Águas do Araxá, s/n – Barreiro – Araxá/MG)

Mais informações: www.expoqueijobrasil.com.br

Fonte: Agência Minas

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *