Araxá solicita ao Estado apoio aos produtores que tiveram perda com geada

Araxá solicita ao Estado apoio aos produtores que tiveram perda com geada

Uma das piores geadas registradas nos últimos anos. Os prejuízos causados aos produtores em decorrência das baixas temperaturas, em especial aos cafeicultores, mobilizam gestores de diversos municípios mineiros. O prefeito Robson Magela entrou em contato com a secretária de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Ana Valentini, e solicitou uma solução para o setor que já enfrenta uma grave situação em decorrência da forte seca na região. 

A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG) e a Prefeitura de Araxá têm realizado levantamento das áreas atingidas pelas geadas. O objetivo é reunir informações detalhadas sobre as perdas nos cafezais para a construção de uma política pública para região. O Governo Federal, o Governo de Minas Gerais, prefeituras, cooperativas e instituições do setor estão empenhados para encontrar um caminho que as geadas trouxeram para diversos municípios mineiros.

De acordo com o prefeito Robson Magela, a prorrogação das dívidas dos produtores afetados é a principal solicitação dos cafeicultores no momento. “Em nossa conversa, a secretária Ana Valetini deixou claro que a situação das lavouras de café também é uma grande preocupação do Estado. Solicitamos que medidas sejam construídas para amenizar a perda que todos tiveram. No momento, o nosso pedido principal, assim como de outros municípios produtores de café, é a prorrogação das dívidas desses produtores”, ressalta Robson. 

O secretário municipal de Agricultura e Pecuária, Fárley Pereira de Aquino, explica que o município já começou o levantamento dos dados dos produtores. “Hoje temos mais de 300 cafeicultores da nossa região cadastrados junto à secretaria. Em parceria com a Emater-MG, iniciamos o levantamento das perdas, inclusive, com fotos das lavouras. E, infelizmente, o cenário é devastador. Certamente, a produção de café para o próximo ano está muito comprometida e deverá faltar produto no mercado. O prefeito tem buscado uma solução junto ao Estado para tentar reduzir os prejuízos dos nossos produtores”, conta o secretário.

Notícias relacionadas

Inscreva-se
Me avise:
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Mostrar todos os comentários
0
Deixe seu comentário para essa notícia!x