Criatividade marca as apresentações da 1ª “Mostra de Teatro Bem Brasil: Educando para a vida”

Criatividade marca as apresentações da 1ª “Mostra de Teatro Bem Brasil: Educando para a vida”

A peça “No ambiente transformado, tem criança preocupada e bicho acuado”, do Oratório Nossa Senhora Auxiliadora, de Araxá, foi a cena que se destacou em 1º lugar, seguindo os critérios dos jurados, na I Mostra de Teatro Bem Brasil “Educando para a vida”, realizada no dia 1 de novembro, no Teatro Municipal. Em segundo lugar ficou a cena “Os três desejos”, apresentada por alunos do Projeto AABB Comunidade, e em terceiro “A corujinha do Oh! e o trelelê da floresta”, da Escola Municipal Professor Nelson Gomes.

Participaram do projeto as escolas municipais Professor Nelson Gomes, Professora LeonildaMontandon (Caic) e de Aplicação, Oratório Nossa Senhora Auxiliadora e Projeto AABB Comunidade. A Escola Municipal Padre Inácio também esteve envolvida, mas não apresentou nenhuma peça.

O projeto

O projeto começou, em junho, nas escolas de tempo integral da cidade, e teve a participação de alunos entre 6 e 12 anos. As instituições participantes foram acompanhadas pelo Grupontapé de Teatro, que promoveu atividades artísticas, de formação, capacitação e monitoria dos processos de criação nas escolas. Todas as atividades oferecidas pelo Grupontapé foram custeadas pelo seu projeto de Manutenção, patrocinado pela Bem Brasil por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais. Katia Bizinotto, atriz do Grupontapé de Teatro, explica que o projeto já contemplava algumas atividades como apresentações e oficinas em Araxá. “O que fizemos foi ampliar e direcionar tais atividades para a criação dessa Mostra de Teatro. Fizemos mais do que o previsto, mas o resultado também superou as expectativas”, afirma.

Katia Bizinotto definiu a Mostra como mais que positiva: “pudemos perceber que as duas propostas, tanto a conceitual em relação ao meio ambiente, quanto à proposta de desenvolvimento artístico foram alcançadas. Todas as escolas tiveram esmero na preparação das cenas, na história a ser contada, na interpretação das crianças, na produção do cenário e figurinos e, por meio da assessoria artística feitas por Katia Lou e Juliana Nazar, nós orientamos as professoras no desenvolvimento dos trabalhos com os alunos”. A atriz comemora, porque o grupo tem certeza de que a parceria foi um sucesso e que a semente foi plantada. “Como a nossa missão é promover o desenvolvimento humano por meio do teatro, somos gratos pela oportunidade de realizar um trabalho como esse que nos ajuda a cumpri-la. Agradecemos à Bem Brasil que tem possibilitado nos relacionar com a cidade de Araxá, seja com os artistas, com as escolas e agora com essas crianças. Jamais esqueceremos esse dia e, provavelmente, as crianças também. Foi lindo de se ver”, celebra.

Para Erika Araújo, supervisora de Meio Ambiente na Bem Brasil, ficou evidente o quanto é importante o estímulo das habilidades que se encontram nas crianças. “Todas as cenas atenderam aos apelos do projeto, que já é um sucesso. Foi tão lindo que já estamos ansiosos para a segunda edição da Mostra de Teatro Bem Brasil, para 2017”, comenta.

Temática

A I Mostra de Teatro Bem Brasil é resultado de um projeto que consistiu em capacitar professores para a criação, condução e montagem de cenas teatrais juntamente com seus alunos. A temática central de todas as cenas foi o meio ambiente e a sustentabilidade; uma forma de estimular, por meio das artes cênicas, a propagação educativa de conceitos de preservação do meio ambiente junto às escolas da cidade, envolvendo alunos e professores em todo o processo criativo. A iniciativa derivou de uma parceria da Bem Brasil com o Grupontapé de Teatro e a Prefeitura Municipal de Araxá, por meio da Secretaria Municipal de Educação.

Os destaques da mostra foram para:

As cenas que foram destaque em 1º, 2º e 3º lugar receberam troféus:

1º lugar – “No Ambiente transformado tem criança preocupada e bicho acuado” – Oratório Nossa Senhora Auxiliadora

2ª lugar – “Os três desejos” – AABB

3ª lugar – “A corujinha do oh! e o trelelê da floresta” – Escola Municipal Professor Nelson Gomes

Houve entrega de medalhas para as categorias:

Melhor roteiro – “O Encontro” – AABB Comunidade

Melhor direção – “No Ambiente transformado tem criança preocupada e bicho acuado” –

Oratório Nossa Senhora Auxiliadora

Melhor atriz – Pyetra Mateus Alves – “A corujinha do oh! e o trelelê da floresta” – Escola Municipal

Professor Nelson Gomes

Melhor ator – Arthur Kauam Silva – “Surpresa desencantada” – Escola Municipal de Aplicação Lélia Guimarães

Melhor trilha sonora – “Meio ambiente é problema da gente” – Oratório Nossa Senhora Auxiliadora

Sobre o Projeto Mostra de Teatro “Educando para a Vida”

A iniciativa vem para reafirmar o compromisso da Bem Brasil com a educação, a arte e a sustentabilidade ambiental. A Bem Brasil sempre zelou pela sustentabilidade no âmbito sócio-ambiental; e trabalhando essa frente educativa, com professores e alunos, por meio da arte, o projeto busca resposta efetiva da sociedade e também é uma forma alertar as pessoas para a questão ambiental no resgate aos valores de preservação e a consolidar atitudes que farão parte da vida das pessoas envolvidas para sempre, mas especialmente entre as crianças, que são as promessas de futuro para uma sociedade mais justa.

Sobre o Grupontapé

Fundado em 1994, o Grupontapé distingue-se pela linguagem acessível com qualidade artística. Com uma estrutura profissional fixa continuamente requalificada, mantém uma equipe comprometida com sua missão: promover o desenvolvimento humano por meio do teatro. Desta forma, o grupo promove projetos de grande relevância para as comunidades das cidades visitadas com seus espetáculos, cursos, treinamentos, ações de formação e sensibilização comportamental e artística para adultos e jovens. Um “Centro de referência profissional das Artes Cênicas”: assim pode ser definido o Grupontapé.

Sobre a Bem Brasil

A Bem Brasil, fabricante 100% brasileira de batata frita congelada e flocos desidratados de batata, foi fundada em dezembro de 2006, em Araxá, Minas Gerais, com investimento de R$ 50 milhões. Atualmente, a fábrica produz mais de 100 mil toneladas por ano de batata frita congelada, tem cerca de 300 colaboradores e ocupa a liderança de mercado, dentre os fabricantes nacionais, além de vigorar entre as marcas mais consumidas no país, fazendo frente competitiva a grandes marcas mundiais em seu segmento. Em 2017, a marca inaugurará uma segunda unidade fabril, desta vez no município de Perdizes, a 50 km de Araxá, e se prepara para produzir 250 mil toneladas de batata/ano, dobrando o número de empregos diretos e indiretos gerados na região.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *