Super banner
Super banner

Em ação preventiva, prefeitura recolhe quatro toneladas de entulhos nos bairros

Em ação preventiva, prefeitura recolhe quatro toneladas de entulhos nos bairros

Todos contra a dengue e cada um fazendo sua parte. Na última quinta (22) de novembro, a Administração Municipal, através da Secretaria de Saúde, colocou dois caminhões do Bota Fora da Dengue passando pelos bairros Santa Rita, Orozino Teixeira, Ana Antônia e Pão de Açúcar 4 recolhendo quatro toneladas de entulhos como garrafas PET, sofá, madeiras e até televisão acumulados nos terrenos das residências. A ação faz parte de um cronograma de atividades da secretaria no combate ao mosquito Aedes Aegypti, transmissor da Dengue, da Zika e da Chikungunya.

O município é referência na prevenção já que no último Levantamento do Índice Rápido do Aedes Aegypti (LIRAa) foi registrado queda de 1,7 para 0,7, resultado dentro do permitido pelo Ministério da Saúde, que exige 1%, mas nunca é bom deixar de se prevenir. Silvia Tuanne Alves Veloso e Aline Mendes, coordenadoras de Enfermagem dos Programas Estratégias Saúde da Família (ESF), bairros Ana Antônia e Orozino Teixeira, da Uninordeste, respectivamente, solicitaram os caminhões do Bota Fora da Dengue pertencentes a Vigilância Ambiental para realizar o serviço nos bairros atendidos pela Unidade Básica de Saúde. “A passagem dos caminhões recolhendo entulhos representa bastante para todos, o número de pessoas infectadas cai sensivelmente. Tudo melhora para a nossa saúde”, observa Sílvia.

Edna Márcia dos Santos Alves, educadora ambiental da secretaria, considera a iniciativa como um ato preventivo. “O pessoal acha que nem tudo é lixo e não junta água. Na verdade, até um móvel que você deixa no terreno por muito tempo, com a chuva, ele vai acumular água e dar foco da dengue. O mosquito Aedes Aegypti consegue se proliferar”, alerta.

Moradores conscientes

Maria Josina Alves Fernandes viu passar o caminhão do Bota Fora da Dengue em frente à sua casa e não perdeu a oportunidade de contribuir com o trabalho realizado pela Secretaria Municipal de Saúde. “Eu fiz a minha parte. Coloquei garrafas PET, caixinhas de leite e objetos que não uso mais dentro do saco de lixo. A saúde vem em primeiro lugar”.

Quem também observou a passagem do caminhão do Bota Fora foi a dona de casa Cristina Santos que aproveitou para retirar, dentre outros produtos, um sofá sem utilidade na sua residência próxima a Escola Municipal Aziz J. Chaer. “Com criança aqui, dengue tem que passar longe, por isso que aproveitei a chance e retirei os entulhos da minha casa”.

Auxiliar de hortifrutigranjeiros, Lucas Pereira, afirma que todo mundo tem que fazer a sua parte no combate a proliferação do mosquito Aedes Aegpyti. “Por isso que colocamos a televisão no lado de fora para ser recolhida. Se descuidar, o mosquito aparece e causa transtornos”.

O Bota Fora da Dengue continua na quinta-feira, 29 de novembro, às 8h com o caminhão passando nos bairros Jardim Natália, Cincinato de Ávila, Villa Verde, Villa Mayor e João Bosco Teixeira.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *