Fórum Comunitário cobra agilidade para solucionar situação do loteamento Jardim Esplêndido

Fórum Comunitário cobra agilidade para solucionar situação do loteamento Jardim Esplêndido

A Câmara Municipal de Araxá continua cobrando das autoridades responsáveis a entrega das casas do loteamento Jardim Esplêndido, que já está com atraso de três anos. Por proposição do presidente do Legislativo, vereador Raphael Rios, foi realizado um Fórum Comunitário na tarde desta quarta-feira (28) para tratar do assunto de interesse de 300 famílias que não podem assumir suas residências após a Construtora Castro Viejo abandonar as obras em abril de 2020.

Participaram do Fórum: Lucas Magalhães que representou os mutuários do Jardim Esplêndido; o advogado de parte dos mutuários, José Augusto Espelho de Aquino; o gerente regional Copasa, Geraldo Magela Mendes; Jonathan Renaud representando a Prefeitura de Araxá; a advogada Rose Irene, o gerente da Caixa Econômica Federal em Araxá, Domingos Sávio; Francisco Miranda representando a Caixa Econômica Federal de Uberlândia (que participou via internet); o superintendente do IPDSA, Ney Dutra; e o despachante Paulo César.

Lucas Magalhães destacou a importância dos vereadores assumirem a condição de representantes do povo para cobranças das autoridades competentes. “A casa própria é o sonho da maioria das pessoas que destinam as economias de uma vida inteira. São mais de 900 pessoas que estão sendo prejudicadas e aguardando o direito de entrar para dentro de suas casas”.

De acordo com os representantes da Caixa, a superintendência regional vai formular um documento atualizando os trâmites da situação envolvendo o Jardim Esplêndido e enviar à Câmara Municipal em 20 dias.

O presidente Raphael Rios cobrou da superintendência regional que continue trabalhando para que as obras sejam retomadas e as casas entregues aos mutuários. “A situação não é mais um sonho, é o pesadelo da casa própria e nós da Câmara Municipal vamos continuar cobrando as providências até que essas pessoas recebam as chaves de suas residências”.

Notícias relacionadas

Inscreva-se
Me avise:
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Mostrar todos os comentários
0
Deixe seu comentário para essa notícia!x