Super banner

Fundação Cultural Calmon Barreto abre processo seletivo para contratação temporária de 36 professores de música

Fundação Cultural Calmon Barreto abre processo seletivo para contratação temporária de 36 professores de música

A Fundação Cultural Calmon Barreto (FCCB) está com processo seletivo aberto para a contratação temporária de 36 vagas de ampla concorrência para a função de Instrutor Técnico Musical na Escola Municipal de Música Maestro Elias Porfírio de Azevedo. O contrato terá duração de 6 meses e as inscrições vão até o dia 27 de janeiro (sexta). O salário é de R$ 1.800,00, mais vale-alimentação, para 36 horas semanais de trabalho.

O edital exige formação mínima do curso técnico específico para as vagas ofertadas. São elas: Instrutor música II/Técnica Vocal (2); Instrutor música II/Piano (2); Instrutor música II/Teclado (3); Instrutor música II/Violão (6); Instrutor música II /Instrumento de Sopro/Flauta Transversal (2); Instrutor música II/ Instrumento de Sopro/Sax/Trompete e Clarineta (2); Instrutor música II/Bateria (2); Instrutor música II/Arranjador (2); Instrutor música II/Maestro de Banda (2); Instrutor música II/Violoncelo (2); Instrutor música II/Violino (5); Instrutor música II/Guitarra (2) e Instrutor música II/Teoria Musical (4).

As inscrições terminam nesta sexta-feira (27), até às 18h, presencialmente na secretaria da Escola de Música (Praça Arthur Bernardes, n° 18, Centro), em envelope lacrado com protocolo de recebimento; ou até às 23h59 pelo e-mail: [email protected], onde deverão ser enviados todos os documentos solicitados.

O resultado da seleção será publicado no dia 17 de fevereiro. O edital completo, com demais informações e ficha de inscrição, está disponível no site da Fundação Cultural Calmon Barreto ( www.fundacaocalmonbarreto.mg.gov.br ).

“Este edital busca democratizar o processo e dar a oportunidade para que todos os profissionais da área participem. É um meio de valorizar quem já tem um bom currículo e tempo de trabalho na área. Nossa preocupação é de fazer uma seleção transparente e contratar estes professores temporariamente para exercerem os cargos, até que seja realizado o concurso público que acontecerá nos próximos meses”, destaca a presidente da FCCB, Cynthia Verçosa.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *