Super banner
Super banner

Jovem cai em golpe ao tentar comprar um aparelho celular

Jovem cai em golpe ao tentar comprar um aparelho celular

Na tarde de ontem (2), um jovem, de 19 anos, procurou a Base de Segurança Comunitária da Polícia Militar para relatar que havia caído em um golpe. De acordo com a PM, o jovem disse que negociou a compra de um aparelho celular por meio de um aplicativo de redes sociais.

Ele efetuou o pagamento por meio de um depósito bancário, mas como não recebeu o aparelho, acabou percebendo que se tratava de um golpe.

A Polícia Militar dá dicas para evitar problemas ao comprar pela internet:  

– Conheça com quem está negociando. Faça uma busca nas redes e nos sites de compras de comentários sobre o produto e sobre a empresa;

– Pesquise o preço nas diferentes lojas nos buscadores e nos sites;

– Evite entrar nas lojas através de propagandas por e-mail ou links indiretos. Ficou animado com a promoção? Digite o nome da loja no navegador e procure o produto para conferir se realmente existe aquela oferta; 

– Evite comprar de computadores ou dispositivos compartilhados com estranhos (ex: Lan House, Computador coletivo da empresa ou escola); 

– Ao entrar no site da loja, confira se a página é criptografada – identificada pela presença do ‘S’ no ‘HTTP’, o https://.- Se estiver usando sua rede Wi-Fi, confira se é criptografada com WPA2. Evite comprar ou acessar o banco por redes públicas e abertas de Wi-Fi, pode ser muito fácil roubar seus dados; 

– Pode ser chato e cansativo, mas sempre leia as condições e termos de uso do site da loja, pode haver pegadinhas e uso indevido de seus dados bancários;

– Nos cadastros, compartilhe o mínimo necessário seus dados. Revele apenas os campos obrigatórios e use senhas seguras (link interno); 

– Para aumentar sua segurança no pagamento, use mecanismos de pagamento digital como BitCoin, Pay Pal ou PagSeguro, cadastrando seu cartão de crédito ou pode optar por cartões de crédito pré-pagos que podem ser comprados em supermercados, bancas e livrarias; 

– Se não quer expor seus dados de cartão de crédito, opte pelos boletos que podem ser uma boa forma de pagamento; 

– Salve sempre os comprovantes da compra com o Protocolo da transação e detalhamento do preço e produto;

– Fique atento com falsos sites de bancos que clonam as páginas oficiais com pequenas mudanças no endereço, incluindo ou retirando uma letra do endereço e usando apenas “.com.br” no final; 

– Nunca clique em anexos ou links de mensagens de Bancos que chegam por e-mail. Assim como nas compras, acesse seu banco diretamente e não por mensagens de e-mail; 

– Evite deixar seus dados bancários salvos nos navegadores ou no próprio site de compra;

– Como em qualquer outra transação fora da Internet, os Direitos dos Consumidores valem plenamente na rede sempre que se tratar de empresa com escritório no Brasil;

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *