Super banner
Super banner

Minas Gerais tem menor índice de criminalidade violenta desde 2003

Minas Gerais tem menor índice de criminalidade violenta desde 2003

Os números do 10º Boletim de Informações Criminais, divulgado pelo Núcleo de Estudos em Segurança Pública da Fundação João Pinheiro (Nesp/FJP), são os menores de Minas Gerais, desde 2003, se considerados os segundos trimestres de cada ano. Em todo o Estado, a criminalidade violenta caiu 21,35% no segundo trimestre de 2008 em comparação com o mesmo período do ano passado. No caso de homicídios a redução foi de 17,63% e no número de roubos e assaltos à mão armada a redução em todo o Estado foi de 21,18%.

O estudo da FJP tem como base dados do Sistema de Defesa Social do Estado de Minas Gerais. Segundo o pesquisador responsável pela análise, Eduardo Batitucci, os números do segundo trimestre deste ano confirmam uma tendência de queda da criminalidade que já estava sendo verificada há cinco anos. “Agora, o que podemos destacar nesta redução sistemática é que temos quedas significativas na incidência dos crimes violentos”, ressalta.

Para o secretário de Estado de Defesa Social, Maurício Campos Júnior, os resultados apresentados no boletim da FJP são consequência do esforço conjunto das polícias Civil e Militar, do Corpo de Bombeiros, da Defensoria Pública e da secretaria nas ações de repressão policial qualificada e manutenção de programas de prevenção à criminalidade, como o “Fica Vivo”. “Esse boletim nos permite acreditar que o sistema de Defesa Social tem capacidade de interferir no fenômeno da criminalidade em Minas de forma eficiente, dando respostas concretas à população”, afirma.

Campos Júnior citou os investimentos do Governo do Estado em segurança pública, que saltaram de R$ 13 milhões em 2003 para R$ 500 milhões neste ano, para destacar o setor como prioritário entre as políticas públicas em Minas Gerais. “O trabalho das polícias e dos demais órgãos do sistema de defesa social segue a determinação do governador Aécio Neves para que a redução da violência aumente a sensação de segurança e garanta qualidade de vida ao cidadão mineiro.”

Além do secretário de Defesa Social, participaram do anúncio do Boletim de Informações Criminais o presidente da Fundação João Pinheiro, Ricardo Luís Santiago; o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Hélio dos Santos Júnior, o chefe da Polícia Civil, delegado Marco Antônio Monteiro de Castro, e o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Gilvam Almeida Sá.

Tendência

De acordo com o boletim da FJP, os números do segundo trimestre de 2008 confirmam uma tendência de redução nas taxas de crimes violentos no Estado que vem sendo observada desde 2003. Numa comparação entre os períodos de abril a junho de 2003 e 2008, os crimes violentos em Minas Gerais apresentam queda de 36,62%,os homicídios em Minas Gerais caíram 17,03%, e a taxa de roubos foi reduzida em 37,94%.

Notícias relacionadas