Super banner
Super banner

Polícia Civil prende homem que estuprou menor em Espírito Santo

Polícia Civil prende homem que estuprou menor em Espírito Santo

Foto: Caio Aureliano - Diário de Araxá

DA REDAÇÃO/CAIO AURELIANO – A Polícia Civil efetuou a prisão de estuprador foragido há mais de 10 anos nesta segunda-feira (5) com auxílio da Polícia Civil de Espírito Santo. Entre os anos 2000 e 2003, Benedito Ribeiro Oliveira, 40 anos, natural de Aracruz, ES, abusou sexualmente de sua própria filha, à época com três anos de idade. Os abusos foram constantes até seis anos.

Ao saber que a avó materna da criança brigava pela guarda da neta (a mãe desta havia falecido), Benedito sequestrou a criança e fugiu para o estado da Bahia, sendo necessária a intervenção da polícia e conselho tutelar locais para que a avó da criança recuperasse a guarda da neta.

Ao retornar para o Espírito Santo, a criança, já com seis anos, revelou que sofria abusos do pai desde os três anos (quando a mãe faleceu), sendo penetrada no ânus e vagina, e agredida quando chorava ou reclamava de dor.

O exame pericial confirmou a versão da criança, que hoje se encontra com quinze anos de idade.

Após as denúncias, Benedito fugiu da cidade, com a ajuda dos irmãos, ainda no ano de 2003, não sendo mais localizado desde então. A Polícia Civil de Araxá, de acordo com informações da Polícia Civil de Espírito Santo, prendeu Benedito que fixou residência na Rua Brigido de Melo Filho sem levantar suspeitas.

Benedito será encaminhado ao Espirito Santo para que possa responder pelos bárbaros crimes cometidos. “Nós estamos aguardando a chegada dos investidores do Espírito Santo para cumprimento de pena. Ele não tem nenhum parente em Araxá. Para fugir do cumprimento da pena, que inclusive saiu agora, em fevereiro, a preventiva, e acabou se alojar em nossa cidade. O que vamos fazer, agora. Verificar se existe do passado de algum crime sexual que possa ter relação com ele”, diz o delegado Victor Hugo Heisler.

O delegado ainda salienta que Araxá tem semanalmente a Polícia Civil tem o cumprimento de mandados de prisão. “Inclusive o Código de Processo Penal dá a Polícia Civil a prerrogativa do cumprimento do mandado de prisão. O juiz manda o mandado para cá, nós expedimos uma ordem de serviço aos investigadores, semanalmente saem para as ruas e efetua as prisões delas. Em torno de cinco pessoas são presas por semana em decorrência desse crime”, coloca o delegado.

O crime de Benedito se enquadra em Estupro de Vulnerável (criança vítima de abuso sexual abaixo de 14 anos) e pode pegar a prisão de 20 anos. 

Notícias relacionadas