Prefeitura de Araxá amplia atendimento para crianças e adolescentes que necessitam de atendimento especializado

Prefeitura de Araxá amplia atendimento para crianças e adolescentes que necessitam de atendimento especializado

O esforço pela inclusão social e escolar de pessoas com necessidades especiais. A Prefeitura de Araxá ampliou a atenção para crianças e adolescentes da rede municipal de educação que necessitam de atendimento especializado. Mais de 15 profissionais da área de saúde, educação e assistência social foram contratados para integrar uma equipe multidisciplinar para suprir a demanda de alunos. O objetivo é transformar as unidades de ensino em um espaço para todos e educar crianças e adolescentes em um mesmo contexto escolar. 

Os estudantes que participam do projeto recebem atendimento nas salas de recursos multifuncionais, nas escolas onde estão matriculados e no Centro de Atendimento à Educação Inclusiva (Caei) que oferece serviços de ordem clínica, pedagógica e social a crianças e adolescentes. 

A ampliação do atendimento é realizada por meio do Projeto Ame, com recursos do Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (FMDCA). Os atendimentos são essenciais, tanto para o processo cognitivo, quanto para a assistência da saúde mental dos alunos. 

A secretária municipal de Educação, Zulma Moreira, explica que o Projeto Ame – O futuro se constrói hoje – proporciona a jovens com necessidades especiais uma melhoria em sua qualidade de vida e também da família. O trabalho minimiza as dificuldades de aprendizagem e socialização dos alunos, evitando a evasão escolar. 

“Nosso objetivo com esta ampliação dos atendimentos é auxiliar as famílias desses jovens, que é de fundamental importância na vida destas crianças e adolescentes”, reitera a secretária. 

Segundo os dados de monitoramento do projeto, problemas com sintomas emocionais e comportamentais e o impacto na saúde mental das crianças e adolescentes com necessidades especiais aumentaram em 73% devido à pandemia. 

“Ampliar esse trabalho significa atender a necessidade de orientação e acompanhamento desses jovens de forma ininterrupta, mesmo durante a pandemia. O município trata hoje esse projeto com alunos que necessitam de atendimento especializado como uma política pública, que será cada vez mais fortalecida com ações do município”, ressalta Zulma.

Notícias relacionadas

Inscreva-se
Me avise:
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Mostrar todos os comentários
0
Deixe seu comentário para essa notícia!x