Prefeitura de Araxá inicia distribuição de tablets para alunos da rede municipal

Prefeitura de Araxá inicia distribuição de tablets para alunos da rede municipal

A Prefeitura de Araxá deu mais um passo para conectar a rede municipal de educação à tecnologia. Foi iniciada nesta terça-feira (8) a distribuição de 3.800 tablets para alunos de 22 escolas de ensino fundamental da rede municipal, incluindo zona rural. A distribuição dos equipamentos faz parte do processo de informatização do ensino público e, como destaca o prefeito Robson Magela, é uma forma de garantir o acesso de todas as crianças à tecnologia.

“A pandemia despertou um novo comportamento que já vinha sendo observado entre as crianças, que é o uso da tecnologia. E quando a gente alia a tecnologia ao processo de aprendizado, nós conseguimos personalizar o ensino fazendo uso de aplicativos que auxiliam no desenvolvimento educacional e que prendem a atenção das crianças, tornando as aulas mais divertidas e interessantes para elas”, ressalta.

A distribuição dos dispositivos começou nas Escolas Municipais Agar de Afonseca e Silva, no bairro Pão de Açúcar 4, Manoela Lemos, no bairro Urciano Lemos, e Professor Nelson Gomes, no bairro Santo Antônio, e contou com a presença do prefeito Robson Magela e da secretária municipal de Educação, Zulma Moreira.

Neste primeiro momento estão sendo contempladas todas as crianças do 1º, 2º e 3º ano do ensino fundamental. Entretanto, a secretária Zulma adianta que o Município pretende ampliar o acesso a essa tecnologia para todas as crianças do 1º ao 9º ano da rede municipal de ensino.

“Inicialmente os tablets serão utilizados apenas dentro de sala de aula, como suporte às aulas. Com o tempo, esses alunos poderão levar os aparelhos para suas casas e usarem no auxílio às tarefas e aprendizado extraclasse. Vale ressaltar que os tablets são das crianças. No final do ano elas continuam com os aparelhos para continuar usando na escola no ano seguinte”, destaca a secretária Zulma.

Entre as vantagens do uso do tablet em sala de aula, a secretária destaca a praticidade, agilidade do acesso ao material de apoio do professor, com possibilidade de personalizar o ensino com o uso de aplicativos.

“A educação não vai ser mais nos moldes de 2019. Nós temos que acompanhar a evolução e como as crianças interagem com o mundo. Isso significa trazer a tecnologia para dentro da sala de aula, para dentro da escola.”, reforça Zulma.

Notícias relacionadas

Inscreva-se
Me avise:
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Mostrar todos os comentários
0
Deixe seu comentário para essa notícia!x