Prefeitura reinaugura espaço artístico, cultural e político da memória de Araxá

Prefeitura reinaugura espaço artístico, cultural e político da memória de Araxá

Um renovado espaço que exalta a memória artística, cultural e política de Araxá, em ação da Prefeitura, através da Fundação Cultural Calmon Barreto (FCCB). Foram reinaugurados nesta quinta-feira, 21 de março, o Museu da Imagem e do Som e Museu do Poder Legislativo no Palácio Vereador Nagib Feres, que já foi residência, instituição de ensino, sede da Câmara e da Prefeitura Municipal, durante décadas. Participaram da reinauguração, prefeito Aracely, vereador Fabiano Santos Cunha, que representou a Câmara Municipal, secretários, servidores municipais e imprensa nesse momento épico para a memória afetiva da cidade. Professores e alunos da Escola Municipal de Música Elias Porfírio de Azevedo se apresentaram durante solenidade aos convidados com canções que remetem ao passado.

O Palácio Vereador Nagib Feres é constituído por dois pavimentos. O primeiro pertence ao Museu da Imagem e do Som que abriga um rico acervo composto por 16 mil discos de diferentes estilos musicais, de variadas épocas, com destaque para o período de 1940 até os anos 2000, mas possui também verdadeiras relíquias, anteriores a este período, da cena artística e cultural do país. Nesse mesmo piso, se encontra temporariamente instalado o Museu Sacro, da Igreja de São Sebastião. No segundo pavimento abriga o Museu do Poder Legislativo com momentos marcantes da história política de Araxá. Destaque para a lista de todos os vereadores presidentes da Casa Legislativa desde o dia 7 de janeiro de 1833 que teve o primeiro presidente, Mariano Joaquim de Ávila. Na lista de vereadores que presidiram a Câmara está o nome de Aracely por onze oportunidades. Um acervo de fotos de reuniões ordinárias e a preservação do plenário que, por muitos anos, foi palco de decisões importantes que contribuíram para o desenvolvimento e crescimento do município, também compõe o espaço.

De acordo com a presidente da FCCB, Régia Côrtes, “reinaugurar o espaço é ofertar aos araxaenses e turistas, uma oportunidade de conhecer e passar a valorizar cada vez mais a história”, destaca. Aracely afirma que a cidade avança sem esquecer as origens. “Temos que preservar a nossa história e a valorizarmos cada vez mais”, conclui. Após a solenidade, o espaço foi aberto pela primeira vez à visitação.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *