Servidores fazem curso sobre Plano Plurianual

Servidores fazem curso sobre Plano Plurianual

Cerca de cinquenta servidores municipais, em especial secretários, participaram, na sexta-feira, 17, do curso Plano Plurianual (PPA) – aspectos práticos, teóricos e de vanguarda, realizado no Clube Araxá. O curso ‘Ciclo de Estudos em Administração Pública’ foi ministrado pelo professor Miguel Dianese com o objetivo de aprimorar os conhecimentos sobre gestão municipal para o planejamento do conjunto de políticas públicas que valerão por quatro anos.

Após conhecerem mais sobre planejamento estratégico, legislação aplicada ao PPA/LDO, aspectos formais e Lei de Responsabilidade Fiscal, os participantes receberam certificados. O superintendente de administração, Arnildo Antônio Morais, atenta para a relevância do curso, no sentido de transformar metas de cada setor da Prefeitura em um plano eficiente.

“O que foi apresentado é que o orçamento é composto de três peças, sendo a principal o Plano Plurianual de Investimento. Daí se vê a importância da participação de todos os segmentos da prefeitura para que a elaboração de ações e programas que serão desenvolvidos neste período de quatro anos. Após este curso, eu sinto que haverá essa participação maior no pensamento de planejar e montar uma peça que seja executada com mais eficácia”, disse.

O secretário de Fazenda e Planejamento, Fernandes Cândido de Barros, também participou do curso e enfatizou a validade para um serviço público de qualidade. “O curso é muito bom, pois se trata de planejamento. Hoje, não se faz nada sem planejamento, principalmente na área pública. Temos metas e objetivos a cumprir, e através delas pode-se trazer um serviço mais próximo e para que toda sociedade seja beneficiada por ele”, afirmou.

Aplicar o curso da PPA para os servidores araxaenses foi novidade para o professor Miguel Dianese, que já atende a prefeitura há dois anos com auditoria preventiva. Ele destacou a atitude municipal em se preocupar com a elaboração de diretrizes sólidas para manter a ascensão municipal.

“O planejamento é um modelo que veio das nações de primeiro mundo para que nas mudanças de governo os programas não sofram solução de continuidade. A partir do mundo em que se preocupa com o PPA, se terá uma Araxá mais inclusiva, justa e socialmente correta. Acho que a cidade está em um trilho bacana e com essa preocupação em melhorar só tende a ajudar”, disse.

Conforme determina legislação, os setores da máquina pública devem entregar o PPA pronto para apreciação do Legislativo até agosto. Após aprovadas, as premissas serão vigentes, em pelo menos, pelo período de 2017 a 2020.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *